Um Estudo – João Capítulo 14, versos 2 e 3

Um Estudo – João Capítulo 14, versos 2 e 3

Um Estudo – 2 – João Capitulo 14, versos 2 e 3…

Mas, Preparem-se para uma forte mudança de perspectivas.

O Senhor Jesus, Homem escolhido por Deus, se preparou, e sempre foi criativo e construtivo, honesto puro limpo bom e positivo como Consciência ligada permanentemente ao Espírito Santo de Deus. Homem psicologicamente maduro convivia com as incertezas, e não escondia isso. Palavras de Jesus: “2 – Na casa de meu Pai há muitas moradas, se não fosse assim, eu vo-lo teria dito, pois vou preparar-vos lugar”. Certeza! “3 – E se Eu for e vos preparar lugar, virei outra vez e vos levarei para mim mesmo, para que, onde eu estiver, estejais vós também”.

A frase está no Condicional, e Ele falava aos discípulos, mostrando que também convivia com as incertezas, como todo Homem psicologicamente maduro. Você tem duas perspectivas: 1 – acreditar que o senhor Jesus ao dizer Pai, Ele se referia a Deus, e é o que a maioria dos líderes religiosos o faz, ou, 2- Entender que o Pai, ou, espírito Paternal, ou, Espírito Protetor é o terceiro aspecto de sua Consciência que o pode manter–se ligado ao Espírito Santo de Deus, conforme os dizeres da Huna, e do Apóstolo Paulo, referidos no artigo anterior.

Meu Superconsciente, que é o aspecto Divino de minha Consciência, e é o que está ligado ao Espírito Santo de Deus, se eu viver em oração, ou, treinar viver em introspecção profunda. O Espírito Santo de Deus preenche o Universo em todos os seus locais (Onipresença), mas está em uma Dimensão muito superior em frequências vibratórias à Dimensão das frequências vibratórias da Terceira Dimensão.

Quem tem a experiência de introspecção, e integração dos aspectos da Consciência, sabe que o Superconsciente associado ao Consciente pode se deslocar no espaço e tomar consciência do que se passa em outros locais desta Dimensão, no Globo Terrestre, e também do Universo, sem limites de espaço e tempo. Assim sendo “na casa (óicos) de meu Pai (Superconsciente) há muitas moradas”, para quem já teve a experiência na Consciência.

Exemplo Parcial:- Posso fazer meu Superconsciente mais o seu Campo de Energia penetrar em outro corpo vivo, e me sentir dentro desse outro corpo, e o outro pode sentir que foi invadido. Então faço “outra morada” temporariamente, nem que seja só por um minuto.

As coisas se passam como se, pela Graça Divina, eu estivesse em uma Escola Invisível, onde as experiências visam esclarecer a quem possa transmitir esclarecimento. Assim as experiências de um determinado tipo acontecem uma vez, se ficou clara a possibilidade que o Universo permite e oferece aos que não estão limitados por crenças limitantes. Duas ou três vezes se há necessidade de confirmação.

Exemplo 2 – Certa vez eu saí do corpo quando estava deitado relaxando sobre o tapete da sala. De repente eu (Consciente) vejo meu corpo físico deitado no tapete e ao lado dele de pé, olhando para o físico, um corpo transparente, igual ao físico. Entendi que quando saio do corpo físico (Consciente), também sai um Campo de Energia que não é o do físico, e que pode estar ou não integrado com o meu Consciente, que no caso, era o observador dos outros dois. Isso não se repetiu mais, de modo que o que entendi deve estar correto.

Exemplo 3 – Tive por acaso, se é que foi acaso, a oportunidade de dar gratuitamente um treinamento a quem me pediu. Essa pessoa depois do treinamento se mostrou muito sensível. Essa pessoa podia ouvir minha voz, se eu estivesse pensando na mesma e imaginando que estava falando com a mesma, mesmo que fosse a 8.000 km de distância. Ela podia ver mentalmente o que eu estivesse vendo, se eu desejasse (intenção) que ela visse. Ela podia ouvir as músicas que eu ouvia a partir de um toca discos, se eu desejasse (intenção) que ela ouvisse. Entendi que a Divindade me deu permissão e oportunidade de ter experiências que permitissem um entendimento Global. Eu estando em SP, a 2.500 km, imaginei que eu era uma lareira acesa perto da mesma pessoa sensitiva, desejando (Intenção) que ela sentisse calor e ela ficou vermelha e suou muito, as pessoas que conviviam com a mesma, viram isso e comentaram perguntando se ela estava com febre, pois era o mês de agosto e estava muito na área em que viviam.

Exemplo 4. – Uma noite, eu estava em Fortaleza dando treinamentos, e deitei-me para descansar, relaxei, e eu saio do corpo, e viajei como um relâmpago, e me vi entrando pela janela de um cômodo, que nunca havia visto antes, através das grades. Essa pessoa me viu entrar com o corpo transparente através das grades, e viu que quando me sentei e viu que o local afundou um pouco como se o corpo transparente tivesse peso, e ouviu o que eu dizia. Foi tudo muito Consciente, como se eu realmente estivesse lá. Então fica a pergunta, afinal o que é real? O físico que ficou profundamente relaxado a 4.000 km, ou, o extrafísico que vivia em plena consciência em outro local? Há dinheiro que pague essas experiências? A Doação de um treinamento voltou multiplicado mais do que 1.000 X em Conhecimento.

Somos uma nano bolha da Consciência de Deus. Somos todos filhos do Altíssimo, e poderemos estar ou não, em sintonia com Ele, a Consciência Universal. Quanto mais manifestamos nossa individualidade, mais o cérebro trabalha em frequências mais elevadas e mais nos afastamos Dele. Se nós estamos calmos tranquilos raciocinando de modo lógico racional e analítico, a frequência das pulsações eletroquímicas do cérebro é estável ao redor de 21 ciclos/segundo. Se em função da Individualidade a pulsação do cérebro passa a ser 28, 35, 40, em função de tensões e ansiedades o indivíduo até perde a capacidade de raciocínio lúcido. Pior do que isso é o medo, que é a total ausência do sentimento de amor e pode nos elevar a pulsação cerebral até 60 ciclos/ seg., e desmaiamos, desligamos a chave geral para evitar danos à estrutura do Sistema Nervoso Central, mas não nos livra da fixação de impressões que possam causar neuroses. Se há amor, há um sentimento de segurança, nos descontraímos e a pulsação cerebral desce a 10, 5 ciclos/seg. o potencial eletroquímico aumenta em dobro em relação a estarmos raciocinando com calma. Passa de 50 microvolts por neurônio, para 100 microvolts por neurônio na média, e nessas circunstâncias há facilidade de comunicação subjetiva entre cérebros. Resulta em Intuições, Telepatia, Vidência e até Clarividência como uma condição normal entre indivíduos que vivem em “amor compartilhado”, seja simples fraternidade, ou, até paixão.

Quando há amor em nível de Compaixão, com sentimento de caridade e ajuda ao próximo, a pulsação eletroquímica no cérebro diminui mais e o potencial cresce normalmente para 380 microvolts e excepcionalmente, em alguns indivíduos pode chegar até 1.500 microvolts por neurônio, e mesmo, segundo Barbara Brown, até a 2.500 microvolts. Nesse nível de energia os fenômenos relativos às habilidades psíquicas acontecem. São os denominados estados alterados de Consciência, Conscientes, e às vezes não conscientes, mas o comando passa a ser do Eu Básico, aspecto da Consciência que contém o subconsciente e todas suas programações.

Exemplo 5. – Eu e Talitha soubemos que o tio de nosso cunhado estava muito mal com periarterite nodosa no hospital do Servidor Público do Estado de SP, e havia paralisação dos Rins, necessitando Diálise. Ao deitar para dormir eu disse a ela que iria fazer uma projeção mental efetiva, com intenção de projetar energia aos rins dele afim de que funcionassem. Era mais uma experiência a fim de ver resultados. Relaxei profundamente e com o emocional ativado imaginei a projeção. Depois adormeci com a consciência em paz. Seriam 2: 45, e eu senti que saía do corpo na altura do umbigo, e logo em seguida me vi voando sobre a caixa d água do Sumaré, as torres de TV à esquerda e logo estava em cima da 23 de Mai, as luminárias abaixo e no repente as paredes do Hospital, atravessei-as e logo estava ao lado do Nano. Estava irreconhecível, muito magro. Estendi “as mãos” sobre o corpo na altura dos rins e imaginei que formava o arco-voltaico, com a “luz” nos rins de modo a vê-los transparentes. Em seguida a sensação era de que eu era sugado no espaço de modo que não vi a volta e logo senti que incorporava na altura do umbigo, primeiro vestido os pés, depois o tronco e os braços e por último a cabeça, e acordei. Olhei no relógio e ainda não eram as 3: 00 da manhã. Sentei na cama, a Talitha acordou e contei a experiência para ela. No mesmo dia a noticia: ele havia urinado na madrugada 400 ml. A questão é que o ódio faz o mesmo efeito, baixo pulsação no cérebro e alta energia disponível com a predominância de ondas Tetha, daí a recomendação do senhor Jesus de “Ama o próximo como a ti mesmo”, no lugar de amor compartilhado, quando este não é possível. O “ódio surdo” causa problemas estruturais, sintomas e doenças, podendo chegar às enfermidades. Melhor extravasar. Aos mutantes de sangue tipo A, isso é uma necessidade para evitar os malefícios do stress. Se o indivíduo cultiva o amor compartilhado, e na impossibilidade deste, cultiva o amor ao próximo a ponto de orar em favor de seus inimigos, conforme recomendação do maior psicólogo da história antiga, o indivíduo se descontrai totalmente a ponto de não sentir que tem corpo físico, e a pulsação do cérebro cai enquanto o potencial eletroquímico aumenta na baixa frequência, e assim entra em sintonia com a Consciência Cósmica.

Criar um hábito e depois um automatismo dentro desses parâmetros é o melhor até como autoproteção e preservação da saúde. A Conscientização da sintonia com a Consciência Cósmica é a de perceber que o corpo físico “não existe” como matéria, e se tem a sensação da visão de um clarão de luz branca intensa sem origem, sem foco, e parece que estamos mergulhados e integrados nessa Luz. Dêm a esse fenômeno o rótulo que Vs. Ss. quiserem.

Certa vez eu deveria dar um treinamento em Campinas. Cheguei às 17 horas, cansado de dar aulas o dia todo no Colegial. Entrei em um Hotel simples, em um casarão antigo próximo à rodoviária e pedi um quarto longe do ruído da rua para descansar. Caí na cama vestido do jeito que estava e relaxei profundamente, e depois de alguns minutos aconteceu. Fiquei nesse estado de alma um bom tempo, e quando abri os olhos já estava escuro. Rapidamente tomei um banho me vesti e fui dar o treinamento. As informações e exercício fluíam sem o mínimo esforço, e me lembro de que nesse treinamento em 1979, havia um artista tapeceiro, de origem espanhola, de nome Molina, que superinteressado, despertou uma clarividência de me dar inveja no bom sentido. A partir daí facilmente localizava pessoas perdidas, e estudou Yoga e a usou como instrumento para passar conhecimento resultante de suas experiências. Recentemente, mês de Novembro, recebia fisioterapia, e ao meu lado em outra maca, uma senhora que havia operado o joelho também. No procedimento o fisioterapeuta só conseguia dobrar a perna até um ângulo de 25º graus. Pedi licença e fiz uma imposição de mão direita, me concentrei intencionando passar energia que dobrasse o joelho. Num segundo eu vi a Luz Branca e parei. Disse ao rapaz que tentasse dobrar a perna, e ela foi, sem nenhum esforço, facilmente aos 90º graus. Ele olhou surpreso ao outro fisioterapeuta que observava. Eles me disseram que foi resultado da fisioterapia. Em outro dia vi a dificuldade em passar dos 25º. Apenas sorri. Somos todos unidos na essência, mas a Individualidade formada pela interação do Espírito Santo do Criador com o cérebro de cada um é uma condição útil.

Não há duas pessoas iguais em termos de conteúdo informático objetivo e subjetivo, e também na prática intelectual de processamento dos dados de informação, daí a denominação de Indivíduo (Único), que deve evitar se tornar sujeito a Crenças Limitantes impostas por terceiros, se você pode ter as experiências próprias. Certos líderes pregam que o tempo dos milagres já passou, porque eles não os fazem, mas até poderiam fazer, se, se dispusessem a aprender como fazer.

Muitos assumem uma postura intelectual baseada em fantasias, no que seja lógico e até razoável, se bem que pouco provável. Na antiguidade, havia a crença de que todos tinham um Espírito Protetor, Um Espírito Paternal, que protegia a cada Indivíduo, e que em algumas culturas era denominado de O Pai. Sempre penso na preparação do senhor Jesus na Ordem de Melquizedeque, até chegar a Sumo Sacerdote dessa Ordem, como o foi aos 30 anos, e as conceituações que deve ter recebido. Como a Lei Áurea dos Evangelhos, de há 2.000 anos, coincide com a proposição inicial do Código da Huna, de há 11.000 anos, conforme foi esclarecido no artigo anterior, tento pensar, como será que o senhor Jesus pensava, ao mencionar o Pai. No Código da Huna, O Espírito Paternal, O Pai, ou, o Espírito Protetor de cada um era denominado Aumakua, o qual, ligado ao Cosmo, (Kane?) se encarregava de executar as ações psíquicas à distância, depois de converter a Energia Vital em Manah Loa, ou, Mana (Manah) de alta potência de Energia Quântica. Daí a frase do senhor Jesus:- “O Pai em mim opera as Obras”. Hoje em dia esse aspecto da Consciência é denominado Superconsciente.

Repetindo para Reforço de memória:- Pela tradição oral dos polinésios e havaianos, cuja origem tinha mais do que 11.000, a Consciência Humana, ou, Self, tem três aspectos que eram denominados Eu Básico, Eu Superior e Eu Médio.

O Eu Médio é aspecto da Consciência que faz a intermediação entre o EU Básico e o Eu Superior. Hoje denominado aspecto Consciente da Consciência, ou, Nível Consciente.

O Eu Básico é o aspecto da Consciência que contem o Banco de Memória, e controla todos os reflexos inatos e adquiridos durante a existência, bem como controla toda fisiologia do Corpo Físico, que é a fonte da Energia Vital nesta 3ª Dimensão. O Eu Básico contém o subconsciente, que é denominado de Subconsciente, por se referir aos conteúdos da memória que estão armazenados, e que podem ser enfocados pelo Consciente quando necessário.

O Eu Superior, também denominado o Eu mais profundo, é o aspecto da Consciência que faz a ligação com o Cosmo, com a Fonte de Energia que preenche o Universo, hoje denominada Energia Quântica, que é como uma pré-matéria, cuja frequência vibratória que está acima da menor partícula material, mas está abaixo da frequência vibratória das Consciências como um todo. Portanto, o Eu Médio é denominado Aspecto Consciente da Consciência. O Eu Superior atualmente é conhecido como Superconsciente. As recepções de informações que vem do Cosmo, ou, diretamente de outros cérebros, recebidas pelo Superconsciente, são dirigidas ao Subconsciente, de onde se apresentam à percepção do Nível Consciente da Consciência. Fica evidente pelo conhecimento dos antigos, e dos psicólogos modernos que a Consciência é Trina. O Eu Superior, ou, Superconsciente pode ser equivalente ao aspecto Pai. O Eu Básico ao aspecto Filho. O Eu Médio, ou, Consciente da Consciência, quando lógico razoável e de Bom Senso, equilibrado em seus pensamentos e ações, é o aspecto da Consciência que nos permite a percepção da manifestação do Espírito Santo que Habita em cada um de nós. Também tem “Consciência” dos outros dois aspectos, conectando-se com os outros dois, e influindo sobre eles.

Quando o Consciente, Eu Médio, se Integra perfeitamente com o Eu Básico, exercendo controle sobre o Eu Básico, estrutura um Ego Forte e equilibrado, se o indivíduo se esforça por ser JUSTO e RETO. Todos nós dependemos de um Ego forte e equilibrado para sobreviver, pois o Físico é estruturado por uma coleção de moléculas de DNA, denominada de Genoma. O Genoma controla as reações químicas vitais, o potencial de energia resultante, e a ação do Sistema Nervoso nas Glândulas e nos Músculos.

Esse conjunto de reações químicas determinadas pelo Genoma resulta no Temperamento. O Temperamento, como uma reação da parte Física, neurológica e glandular, compõe o Emocional, que pode ser controlado pelo Nível Consciente da Consciência, e determina a formação do Caráter Básico de um indivíduo. Assim sendo, as pessoas podem crescer e se estabilizar como Emocionais, ou, como Intelectuais, e os Intelectuais podem evoluir para abstratos, com ou sem pragmatismo. Os que se estabilizam como Filósofos Pragmáticos são os que dominam o como fazer as experiências que resultam em habilidades psíquicas, podendo, ou não, saber como ensiná-las aos demais.

Quando o indivíduo se desenvolve na segunda infância, em contacto com os demais do ambiente de convivência, aprende a moldar o seu caráter às circunstâncias, e à “moldagem” denominamos de personalidade. A palavra personalidade vem de Persona, ou, máscara, e é quando usamos todo potencial de reflexos inatos e adquiridos para adequar um comportamento às circunstâncias. Um estudo a respeito foi desenvolvido pelos psicólogos denominados de Behavioristas, ou, comportamentalistas, que se basearam nos estudos de Pavlov. Basta observar as figuras públicas, que representem algum cargo oficial de governo, ou, de liderança, e suas mudanças de atitude em diferentes circunstâncias, e perceber que alguns chegam às raias da hipocrisia para adaptação do ambiente à seus interesses. Isso caracteriza os políticos sociais e os políticos religiosos, bem como os religiosos políticos.

Um Ego forte, justo e reto, pode ser humilde como uma pomba, e prudente como uma serpente, ou, não sobrevive no meio dos emocionais que ainda não evoluíram. Um Ego forte justo e reto, evita a hipocrisia e o cinismo. Humildade não significa subserviência. A humildade se caracteriza por não se fazer impostura, ser cara limpa e não obrigar os demais indivíduos a nada, nem querer dominar os demais para tirar proveito dos menos favorecidos em entendimento e compreensão, o que levaria a perder o rumo da percepção clara, que influi no nível da própria Conscientização. Um Ego forte que se esforça por ser justo e reto, tem menos problemas de culpa na Consciência (menos pecados nos dizeres do senhor Jesus), e, portanto, tem mais facilidade de se Integrar com o Eu Superior, Superconsciente, ou, O Pai que em mim Opera as Obras e proporciona as Habilidades Psíquicas. Faz, e ensina a fazer.

Somos uma Consciência Trina, e Alma é o nome que se dá à Personalidade da Consciência, ou, às qualidades e conteúdo informático de uma Consciência. Um violinista toca uma música com Alma, quando a música já está perfeitamente integrada com a Consciência, e em seus três aspectos sejam emocional, intelectual, e pragmático. Segundo a Huna, cada um dos aspectos de uma Consciência tem um Campo de Energia Próprio, relativo ao desenvolvimento de cada um. Uma Consciência Integrada em seus Três aspectos, e Íntegra, Justa e Reta, assim se mantém como um Campo de Energia Integrado pela Eternidade, no seio da massa de Espírito Santo de Deus que preenche o Universo, e a Alma pode estar Salva como Personalidade de Alma! Essa deve ser a salvação de uma Alma a que o senhor Jesus se referia. Uma Alma assim integrada pode reencarnar e prosseguir em sua evolução. “Elias já voltou, e não o reconheceram, e fizeram dele o que quiseram.” Uma micro bolha estável no seio do Macro Bolha de Consciência Universal.

Assim sendo, há diversidade de Consciências em seus níveis de conscientização, e consequentemente de percepções entendimento e compreensão. Dificilmente alguém tem condição de entender o nível de consciência de um seu semelhante, e apesar disso, pretendem falar a respeito da Consciência Universal seus desígnios vontades e necessidades. Por essa razão dentro do Código Huna não se considera uma Teologia, mas se considera a existência de uma Divindade Criadora. João 14: verso 4 – “Mesmo vós sabeis para onde vou e conheceis o caminho”. Verso 5 – Disse-lhe Tomé: Senhor nós não sabemos para onde vais e como podemos saber o caminho? Antigamente se considerava que “o caminho da Iluminação” podia ser através da Filosofia, ou, da Religião. Jesus se apresenta como quem sabe o verdadeiro caminho, que é a introspecção, através de suas formulações de “vivei em oração” e “orai pelos vossos inimigos”, porque “o reino dos céus está dentro de vós”. Verso 6 – Disse-lhe Jesus: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim.” Equivale a dizer, eu estou ensinando o verdadeiro caminho que leva ao encontro do Pai, ou, do Superconsciente que está ligado ao espírito Santo de Deus. Estou ensinando como fazer a integração da Consciência com Integridade. Verso 7 – “Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai; e já desde agora o conhecereis e o tendes visto.” 8 – Disse-lhe Filipe: Mostra-nos o Pai, o que nos basta. 9 – Disse-lhe Jesus: “Estou há tanto tempo convosco, e não me tende conhecido, Filipe”? Quem vê a mim, vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-me o Pai?

Quem conhece uma pessoa integrada em seus três aspectos, que mostra “o Poder que vem de dentro”, mostra a presença do Pai, ou, do Espírito Paternal, ligado ao Espírito Santo de Deus. Verso 10 – “Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? A palavra que eu vos digo, não as diz de mim mesmo (Ego), mas o Pai (Superconsciente ligado ao Espírito Santo); que está em mim, é quem faz as obras.”. Verso 11 – “Crede-me que estou no Pai, e o Pai, em mim; crede-me, ao menos, por causa das mesmas obras.”. Verso 12 – “Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai.”. Aqui o Senhor Jesus fecha com chave de ouro dizendo que todos nós, filhos do Altíssimo como Consciências, podemos fazer as coisas que ele fazia, e com humildade, diz que há quem possa se desenvolver a ponto de: “e as fará maiores dos que estas,”. Verso 13 – “E tudo quanto pedirdes em meu nome, eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.” Aqui confirma que em nível de Consciência estamos todos ligados, e por essa razão somos um Todo UM. Leiam meditando até o final do Capítulo 14 do Evangelho de João, Entendam como Superconsciente a porção de sua Consciência ligada permanentemente ao Espírito Santo de Deus, que antigamente foi denominada de O Pai (Espírito Paternal e ou Espírito Protetor). Também, “Aqueles que se destinam à Salvação têm um anjo que os guarda”, que é o próprio Superconsciente ligado ao Espírito Santo de Deus. Comentário – Quem conhece a Huna, e quem conhecendo a Huna, encontrou como fazer a integração do Ego com o Superconsciente, ou, O Pai que em mim opera as obras, e ainda mais teve experiências de sair do corpo, que demonstram o que o “Corpo Astral” pode fazer quando o Consciente sai Integrado com o Subconsciente e o Superconsciente, ao ler esse trecho de João 14: de 1 até pelo menos o verso 31, tem a percepção e o entendimento sob uma perspectiva diferente daquela que é própria de quem apenas intelectualiza os Evangelhos sem ter as “experiências Espirituais”, e traduz e interpreta ao pé da letra. Ò que mais lamentei em minha vida de crente nos ensinamentos do Mestre Jesus foi, enquanto ouvinte passivo nas igrejas, a constatação do fato de que os oradores, Intelectuais dos Evangelhos, nunca cumpriram o que está em 1ª Epístola de Paulo aos de Corinto Capítulo 2, verso 4.

Também sempre questionava a falta das doutrinas ensinadas em reservado aos Discípulos de Jesus. Certa vez questionei por que nunca ouvi explicações a respeito de Hebreus, Capítulo 6: versos de 1 até 4. Perguntei a seis pastores por e-mail, cinco ignoraram a pergunta, e só um (Pr. Gatz) me respondeu, dizendo honestamente que nada sabia, pois não era especialista em Hebreus. Leiam o capítulo 6 de Hebreus do verso 1 até o quatro e percebam como complica o tipo de condução das igrejas, desde aquela época até hoje, sem a demonstração de Poder Espiritual por parte dos dirigentes que só fazem discursos. As respostas vêm quando se busca a integração dos três aspectos da Consciência.

Não há meios de convencer ninguém dos demais, de suas próprias experiências psíquicas. É preciso que as pessoas tenham as suas próprias experiências resultantes da Integração dos três aspectos de sua Consciência para que tenham conhecimento, e assim mudem a sua maneira de pensar. “A salvação da Alma é individual e intransferível”. Aceite o desafio que estou fazendo de primeiro experimentar integrar perfeitamente o Consciente com o Subconsciente, como ato moral Consciente, e depois integrar o Ego Resultante, com o Superconsciente.

Aprenda a fazer projeção de Energia por enfoque mental adequado, com intenção direcionada, para obter o resultado intencionado. Depois aprenda a fazer a perfeita Integração com o Seu Eu Maior, e assim obter um acréscimo de QI, QE e QS, de 5% até 25%, dependendo da idade e de sua potencialidade atual. Melhor aprender aos 14 anos de idade até os 28 anos de idade (Primeira Idade). Depois ainda é possível, mas exige mais trabalho, principalmente o de descomplicar os efeitos das crenças limitantes arraigadas. QI= Quociente de Inteligência. QE= Quociente de domínio emocional. QS = Quociente de desenvolvimento Espiritual, aumento de Intuição, telepatia, vidência e clarividência. Alberto B. P. Dias, Especialista em Biologia, USP, 1955.

apresentacao

Postado em : Reflexões

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

.