Toda Verdade é Relativa II

Toda Verdade é Relativa II

Toda Verdade é Relativa II

Por Essência somos uma Consciência. Todos nós somos unidos pela natureza da Essência, mas a individualidade é uma condição útil para evolução. Do Código da Huna (11.000 anos).

A fé é resultante do sentimento de que Deus existe. Sentimento não se discute, não se prova que sim, nem que não. É pessoal, é individual.

A fé gera um sentimento de religiosidade que mostra uma melhora de comportamento e atitudes éticas.

Pessoas que sentem que Deus existe tendem a se agrupar com outros de mesmo sentimento.

Crença é uma afirmação tipo pressuposição e ou suposição que é tomada como verdade, e passa a fazer parte da realidade de uma pessoa.

Algumas pessoas gostam de liderar grupos, e para tanto estabelecem crenças limitantes, e para garantir a permanência das crenças estabelecem normas de conduta e princípios que devem ser obedecidos pelo grupo de natureza tribal. Com o tempo a Fé associada às crenças a serem defendidas, gera Convicções. Há tribos de todas as cores.

Os convictos mantêm um Sistema organizado de forma arbitrária que pode ser denominado religião se for religioso, ou, se for social, é partido, ou irmão se for ordem, associado se for Associação.

 Cada religião se caracteriza por um pacote de crenças, e mais as normas e princípios regulamentares, podendo ainda apresentar um estatuto que regulamenta o estado civil da organização humana. Também há os rituais condicionadores e repetitivos.

Todo indivíduo adepto a uma religião, ou, partido social, se torna sujeito, e como ideal, se for contribuinte.

Pessoas inteligentes e cultas, quando há choque de ideias, discutem com calma e educação, buscando esclarecer as diferenças de posicionamento com razões lógicas razoáveis e prováveis.

Pessoas medianamente inteligentes e com cultura restrita, quando há choque de ideias, levantam a voz, quando não gritam, e dão murros na mesa, como reforço de autoafirmação, mas podem ainda ter o bom senso de reconhecer que seu posicionamento lógico, é menos provável, se o oponente mantém a calma e a lucidez. Podem também não reconhecer.

Pessoas de Ego forte, baixa cultura em um determinado assunto, e ou educação superficial, quando na defesa de suas ideias, não têm respeito ao semelhante, podem ser mal-educadas violentas e ou fazer mal.

Há pessoas muito cultas no sentido da retenção de informações, mas de baixo conhecimento ou, pouca experiência, que só oferecem pressuposições e suposições baseadas em pressuposições; por não terem experiências que ofereçam resultados práticos, que permitam pensar com base em fatos reais, e se forem Convictas, e estiverem acostumadas a defender de público suas ideias, podem se comportar como fanáticos.

Como é difícil para qualquer pessoa conviver mantendo suas crenças,  nas diferentes circunstâncias no trabalho, e em outras vivências fora do grupo religioso, muitas pessoas se vêm obrigadas a viver situações de hipocrisia, reconheçam isso ou não.

 Pessoas inteligentes que tem essa percepção se quiserem evitar situações de hipocrisia própria, ou evitem perguntas e discussões, ou, se necessário, deixem o grupo tribal, a pressão do tipo Cacique e ou Page, e ainda evitem trabalhar e ou conviver com convictos e suas hipocrisias, suas insinuações, repressões e violências.

A força de expressão mais usada na tentativa de dominação e sujeição é a acusação de heresia, se for religioso, traidor se do partido social, fora de ordem, ou das finalidades.

Geralmente a infeliz pessoa acusadora não pensa que sendo ortodoxa a uma religião, ela é herege em relação a outras 400 religiões. Se ela pensa nisso, se apoia na ideia de que a dela á a única verdadeira organização humana própria para adoração ao Deus Incognoscível. Alguns trocam de religião, e outros trocam de partido político, outros deixam a Ordem, e as Associações.

Procure sempre vivenciar com pessoas amistosas, que possam mostrar amor fraterno, e que causem bem estar. Que não precisem testar a sua coragem, mas antes promovem entusiasmo, e sentimento de gratidão pela felicidade que proporcionam. Fora disso é só estupidez humana querer insistir nisso ou naquilo.

Alberto Barbosa Pinto Dias, Bacharel em História Natural (todas as Disciplinas Biológicas e Geológicas), Licenciado, Especialista. USP, 1955.

Postado em : Consciência, Inteligência e Realidade

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

.