Questionamentos para fazer pensar

Questionamentos para fazer pensar

Questionamentos para fazer pensar

The world is As You Think It is!

Está escrito: I Coríntios 2: 16. Mas quem conhece o Senhor? Porém nós podemos dispor da Mente de Jesus Cristo.

Há duas posições possíveis: dispor da Mente de Jesus porque ele faz contato mental direto com o indivíduo e então o próprio indivíduo é um iluminado, sofrendo Metanoia (Talvez Paulo falasse dele mesmo).

Ou o contato é indireto porque, aceitando as ideias de Jesus, o Cristo, passa-se a pensar como Ele e com Ele, e nessa comunhão de pensamentos, devido estarmos em harmonia, possivelmente estaremos salvos por conhecer a verdade e estarmos livres de qualquer outra influência, agindo corretamente (Metanoia?).

Na primeira hipótese, tenho observado muito, procurando constatar algum privilegiado, mas sempre esbarro com pessoas que andam no máximo na penumbra, quando não estão na sombra apesar da erudição.

De certa feita um pastor, em uma reunião em casa de uma família conhecida, afirmou que Deus falou a ele e disse que ele deveria ser missionário na Bolívia. Ousei perguntar como foi que ele ouviu a voz de Deus. O pastor respondeu que ouviu em seu coração. Pouco tempo depois um desastre na Dutra causa enormes problemas que o impediriam de pensar em ir para a Bolívia. Doze anos se passaram e não foi para a Bolívia, mas escolheu o país mais avançado do Mundo em termos de economia. Creio ser impróprio e perigoso afirmar que Deus disse isto ou aquilo, usando uma linguagem muito usada para dar suporte a si mesmo, e mostrar autoridade diante de outros.

There is no limit to consciousness.

(para a Consciência não há limites,
mas a imaginação descontrolada é a louca da casa).

Provérbios 14: 12 “Há caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte.”

Também tenho tido a oportunidade de observar que há uma linguagem, principalmente da parte de missionários americanos, imitada por teólogos brasileiros, em que se fala em “encontro pessoal com Jesus Cristo”.  Força de expressão? Metáfora? Um encontro pessoal com o que está expresso nos Evangelhos, com os pensamentos de Jesus é uma linguagem mais razoável.

Ainda há pouco tempo a filha de um missionário me perguntou: Você conhece Jesus?  Eu disse: Se você o viu diga-me onde é que está que também quero conhecê-lo. O que pensar, se uma pessoa que pergunta de modo até automático, diante de uma resposta como a que foi dada, de modo razoável e com lógica, fica como que em um estado de estupor?

Ora, que eu saiba, os guias religiosos estudam os Evangelhos. Nos Evangelhos os evangelistas escrevem as boas novas a respeito da salvação. As boas novas são boas ideias, que, se forem aceitas, mudam as atitudes.

Tenho observado que teólogos evangelizadores em suas pregações apresentam argumentos baseados em ideias que foram apresentadas por Jesus aos seus discípulos. Desconheço algum evangelizador atual que tenha tido um encontro pessoal com Jesus e que de sã consciência possa dar testemunho de um evento dessa natureza.

Outrossim, se me disserem que  as ideias pelas quais Jesus morreu são de tal natureza que, uma vez assimiladas, transformam as pessoas, mudam a sua atitude diante da vida, libertam-nas das trevas da ignorância e de preconceitos que amarram o espírito às coisas terrenas e materiais ( metanoia ), eu aceito.

Aceitando Jesus como meu salvador, já aceitei o sofrimento e sacrifício pelos quais passou. Tendo sido sacrificado, e tendo derramado seu sangue na cruz, como os cordeiros da velha dispensação, satisfez as condições da mentalidade Judaica da época, pois nascido Judeu, não serviria apenas para a salvação de gregos, troianos e quejandos europeus e seus descendentes, lembrando asiáticos, africanos, neozelandeses etc…

Energy Flows Where Attention Goes.

De outro lado, perguntei a um pastor: – Todos os convertidos e “salvos” pelo sangue derramado, que pela fé, aceitaram participar das Cruzadas pela libertação do Santo Sepulcro, e pela fé (fé) mataram milhares de judeus e muçulmanos, dentro das mesquitas e das sinagogas, roubaram seus valores, usaram suas mulheres, estão salvos? Certamente o irmão conhece história. No que difere a atitude daqueles, dos nazistas mais atuais?

O único argumento que seria válido é o de que não conheceram as ideias de Jesus. Apenas aceitaram o sacrifício do filho de Deus.  Em nome de Deus quebraram a Lei de Moisés e as recomendações de Jesus o Cristo, por ignorância, ou por conveniência? O que deve significar sepulcro caiado?

O que pode significar sepulcro caiado? Um pobre engraxate, numa manhã, ouviu uma pregação inflamada, ouviu sobre a simplicidade da Salvação e foi convidado a participar do culto.

O pastor era um grande orador. O homem foi convencido da salvação por um simples levantar de braço, aceitando a Jesus como seu salvador. Que eu me lembre ele participou da reunião na sala anexa ao púlpito após o culto. Recebeu instrução e folhetos e livretos. Foi batizado.

Lembro-me desse homem assistindo os cultos na primeira fila. Foi dizimista. Alguns meses depois adoeceu. Parece-me que esteve ausente por duas semanas. Quando voltou, estava com problemas e pediu um auxílio. O irmão tesoureiro, hoje falecido, disse que só com ordem do pastor. O pastor mandou-o para a irmã chefe da assistência social. A irmã devolveu a bola para o tesoureiro. O tesoureiro disse que não podia.  Assistindo a isso tudo, vi e ouvi quando o engraxate perguntou se ao menos não podiam devolver parte do dízimo que havia dado. O tesoureiro passou para o pastor que disse a ele que ele havia dado a Deus! Que não poderia ter de volta. Ele voltou à tesouraria, já exasperado, quando alguém enfiou a mão no próprio bolso e entregou $300,00 para que ele se tratasse, comesse e pagasse o aluguel do quarto onde moravam ele e Deus.

Now is the Moment of Power.

Todos os implicados estavam salvos pelo sangue do Cordeiro de Deus? Quem estaria salvo pelas ideias expressas pelo seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna?  No que diferem os cruzados de antanho daqueles dessa nova cruzada?

PELA EXPERIÊNCIA QUE PASSOU, o engraxate deixou a Igreja.

To Love is To Be Happy With.

O engraxate está salvo? Se estiver é bom para ele, que no mínimo está livre do dízimo e da hipocrisia.

All Power Comes From Within.

Os que não obedeceram às mínimas recomendações de Jesus estão salvos porque além de terem aceitado a “salvação” pelo sangue derramado, eram funcionários da Igreja?

Para conferir: o engraxate se estiver vivo, tem hoje mais ou menos 70 anos, é alto, grisalho, costumava ter o seu trabalho em frente à Biblioteca Pública de São Paulo. (Praça. Dom José Gaspar). No mais Deus é testemunha.

Effectiveness is A Measure Of Truth!!!!!!!!

 

Alberto Barbosa Pinto Dias, Bacharel em História Natural (todas as Disciplinas Biológicas e Geológicas), Licenciado, Especialista. USP, 1955.
Qualquer questionamento sempre será bem recebido e respondido.

Postado em : Reflexões

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

.