Magia, Alquimia e Milagres

Magia, Alquimia e Milagres

Magia, Alquimia e Milagres

Pensando que Alquimia, Magia e Milagres são a mesma coisa, mas que são rotuladas em diferentes épocas, de acordo com a visão e conveniência de cada época. Os fenômenos assim rotulados, basicamente são relativos à capacidade que os Homens têm de desenvolver habilidades psíquicas, que afetam a matéria, seja mineral, vegetal e ou animal, ou ainda o psiquismo humano. Os com mais poder mental afetam os Fenômenos Naturais.

Os três rótulos incluem filosofias de vida que falam de uma mudança de padrões de comportamento (moral) e de valores éticos, que no todo podem ser denominados de  conversão, para que o homem possa ter paz interior e conseguir integrar os três aspectos da consciência (trindade) e possa com isso mover a energia de outra dimensão, quarta ou quinta dimensão, por focalização mental adequada que resulta em habilidades psíquicas.

Jesus deu dois tipos de doutrinação, uma ao povo através do Sermão do Monte e parábolas, e outra doutrinação e instruções práticas reservadas aos discípulos. Teriam sido escritas e perdidas, ou, trancafiadas? Onde?

Os alquimistas falam em código hermético, e os esotéricos em instruções a respeito das quais fazem mistério, a ser revelado aos poucos, mediante mensalidades, ou taxas que sustentem uma Ordem com mestre e hierarquia.

Na verdade, todas as instruções vêm da Huna, um código milenar que ao que parece era conhecido na Lemúria e na Atlântida. Melquisedeque (2.700 antes de Cristo) conhecia a Huna, possivelmente das origens polinésias, e passou a discípulos que que fundaram a Ordem de Melquisedeque.

O senhor Jesus frequentou essa ordem até os 30 anos quando a deixou como Sumo Sacerdote, como se pode constatar em Hebreus Cap. 5 e 7 onde o nomeiam assim. A lei Áurea dos Evangelhos do senhor Jesus coincide com as bases do Código Huna. Surpreso?

Confira inclusive a crítica que há no final do Capítulo 5 aos que só ensinam o “leite” com discursos, por desconhecerem o alimento sólido, ou seja, as ações psíquicas, conhecidas como milagres, que deram autoridade ao senhor Jesus ao Evangelizar.

Já no Cap. 6 versos de 1 até 3, em Hebreus, (Paulo?), critica a maneira como as igrejas eram conduzidas, como ainda agora o são, com a mesmice e o “leite”. Perguntei a seis prelados, todos Teólogos, a esse respeito e só um respondeu dizendo que não era especialista nos assuntos do Livro de Hebreus.

O senhor Jesus, se preocupou em reformular o Judaísmo, com instruções que invalidavam os templos e os sacerdotes, os dízimos e as ofertas de tolos. “ora em secreto ao Pai e ele o atenderá”. Como homem sofreu as consequências, mas hoje em dia, os homens repetem o esquema do Judaísmo, e ainda usam o nome Dele para pedir dízimos e ofertas (de tolos, segundo Salomão, Eclesiastes 5: versos de 1 até 3).

Os hindus de há mais do que 4.000 anos, converteram a Huna em Yoga, e os egípcios em Escola de Mistérios. Os egípcios, mais próximos dos europeus, deram material para que eles convertessem em Alquimia.

Diga-se de passagem, que a Yoga tem um processo de psicotecnologia que desenvolve habilidades psíquicas, quando orientada por um mestre que saiba todos os sete níveis de Yoga, mas leva tempo. O que dificulta é toda uma sinonímia associada à mística. Os Níveis são Laya Yoga, Hatha Yoga, Bakti Yoga, Karma Yoga, Ynana Yoga e Raja Yoga. Os Psicólogos Humanistas, potência que veio depois de Pavlov, Maslov, Skinner, Freud, Jung, aceitaram a psicotecnologia oriental como eficiente para sanar alguns tipos de desequilíbrio do psiquismo humano.

Ao mesmo tempo surge a ordem mística e esotérica, Rosa-cruz na Europa.

Um moço presbiteriano, inteligente, que apresentava habilidades psíquicas de modo natural, e muito bom nisso, aprendeu teoria e mais prática na ordem Rosa cruz da Europa e depois fundou uma Ordem para estudos teóricos e práticos que podem desenvolver habilidades psíquicas em pelo menos 3% de indivíduos já naturalmente dotados, na Califórnia, América do Norte, naturalmente dentro do bom espírito empresarial americano.

Nomeou-se Imperador, e estabeleceu uma série de normas e princípios, bem como uma hierarquia com pessoas adeptas a suas ideias, que fazem discursos, mas nem todas mostram o poder que vem de dentro, além do poder dos cargos que exercem, controlando os adeptos convertidos em sujeitos e contribuintes.

Magia, Alquimia, Esoterismo, Milagres, tudo isso tem como produto básico as habilidades psíquicas que podem ser desenvolvidas por exercícios mentais adequados em pessoas interessadas, mas não em todas, pois não há dois cérebros exatamente iguais na morfologia, nem na fisiologia, nem no conteúdo informático, nem na capacidade de memória, nem na capacidade de imaginação.

Como a percepção depende da capacidade de imaginação, e a capacidade de conscientização depende da capacidade de percepção, imaginem se todos podem se desenvolver igualmente para evoluir.

Imaginem o problema que os psicólogos e psiquiatras encontram para resolver problemas mentais, que dependem da qualidade de consciência que comanda um cérebro que é um Universo de milhões de chips, mas desconhecido.  Daí a maioria receitar drogas que são paliativos.

No que sua Consciência melhorou, ou, piorou com este histórico? rsrsrsrsrs

Postado em : Folhas do Outono

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

.