08º – Histórico e Teoria Relativa às Ações Psíquicas

08º – Histórico e Teoria Relativa às Ações Psíquicas

08º – Histórico e Teoria Relativa às Ações Psíquicas

Recapitulando, os autênticos Magos da Polinésia na antiguidade acreditavam na existência de Deus como uma Consciência Superior, Transcendente e, por essa razão Incognoscível, Insondável, Inescrutável e, tinham o maior respeito pela Divindade. Assim, coerentemente, não desenvolveram Teologias. Ao invés disso procuraram desenvolver técnicas para o melhoramento Pessoal. Eram pragmáticos, e consideravam que o que funciona é verdadeiro. Apresentavam Habilidades Psíquicas com resultados eficientes.O mesmo se observou no Egito nos tempos de Inhotep.

Observamos que, sob esta perspectiva, as pessoas podem ser classificadas em: 1- pessoas que sabem fazer e fazem. Ensinam de modo simples direto e objetivo. 2- pessoas que não sabem fazer e não fazem, mas querem explicar e ensinar como fazer e o que fazer. Alguns desenvolvem Filosofias. 3- Pessoas que não fazem, não desenvolvem filosofias, mas querem posições de direção e de mando. Adoram o poder diante de quem se sujeita às suas normas, princípios dogmas e ou fundamentos que, caracterizam qualquer tipo de sistemas organizados de forma arbitrária.

Os Teólogos acreditam na existência de Deus como Transcendente, mas mostram incoerência quando usam os recursos de linguagem para falar a respeito das Qualidades de Deus, os Desígnios de Deus, As Vontades de Deus, as Necessidades de Deus, como se Deus tivesse necessidades. Sendo Deus Incognoscível por ser transcendente, teólogos são pessoas que falam a respeito do que todos desconhecem. Criam Sistemas Organizados de forma arbitrária baseados em Crenças e propõem Normas, Princípios, Dogmas e ou Fundamentos a serem obedecidos, os quais caracterizam uma Religião.

Para além das Teologias temos a Ciência da deusidade entre homens, sugerida no Salmo 82, versos: 6 e 7. Lembremos do Conceito de pequeno deus. Pequeno deus é todo Homem capaz de, por enfoque mental adequado, projetar energia de nível quântico e promover alterações na matéria, bem como influenciar na fisiologia e no comportamento dos seres vivos. Reforço dado pelo Senhor Jesus: João 10: 34. Fantástico, mas mal interpretado por pessoas que nem desconfiam de suas potencialidades, apontadas pelo Senhor Jesus em João 14: 12. Aliás todo Capítulo 14 merece leitura e reflexão.

Há uma série de categorias de fenômenos psíquicos causados por Poderes Psíquicos, lembrando que aqui no plano Terrestre “todo poder vem de dentro” das pessoas. Telepatia, Clarividência, Pré-Cognição, Psicocinésia, e Destruição Psicocinética. Todas as habilidades psíquicas são parte natural de todo ser humano e podem ser condições de sobrevivência. Alguns são psíquicos naturais e outros adquirem por treinamento.

Para melhor desenvolvimento de qualidades psíquicas é necessário desenvolver Percepção, Concentração, Libertação de Crenças Limitantes, Direcionamento de energia com enfoque mental adequado, com intenção objetividade e persistência. Os humanos não conseguem atingir o máximo do potencial individual, a menos que esses poderes sejam conscientemente desenvolvidos.

Não adianta de nada saber os nomes dos fenômenos psíquicos observados descritos e nomeados pelos Parapsicólogos, se eles não sabem como é que eles ocorrem. De nada adianta esse aspecto se não buscarmos as explicações na Física, pois todos envolvem movimentação de energia. A telepatia tem mais a haver com a Física que é uma Ciência que busca exatidão, do que com a Psicologia que é uma Disciplina baseada em observação do pensamento e do comportamento de ações de indivíduos que diferem na estrutura, na fisiologia, no conteúdo informático, no traquejo do uso das informações de modo lógico e razoável, ou não.

Todas as experiências místicas são diferentes aspectos de um único fenômeno, a existência de um sistema inteligente que exerce vontade própria, a nossa Consciência. Em todo fenômeno psíquico se observa a presença de uma Consciência, uma substância e uma Força que produz efeitos, ou seja, “um colapso de vetor de estado”.

A Consciência é um Campo de energia vibratória cuja freqüência está acima das freqüências da Espuma Quântica, e seria um nível supra quântico que influencia “os quanta”.

A substância é “constituída” de espuma quântica. A força é o resultado dessa energia aplicada por enfoque mental adequado, isto é, quando há Intenção, direcionamento e expectativa (vontade).

 É possível que todas as funções cerebrais tidas como místicas, e que resultem de fenômenos percebidos como aparências sensoriais no nível daquilo que denominamos espaço, tempo, individuação, sejam o resultado de um só fenômeno causado por um Sistema da Inteligência de cunho Universal, que age em nível subatômico e que se encontre fora do que conceituamos como espaço tempo.

Assim sendo o Sistema Inteligente Universal conhecido como Consciência Cósmica, existente em um Campo supra quântico em termos de frequência vibratória, e manifesta-se mobilizando os “quanta”, dentro do espaço tempo, como partículas subatômicas, átomos, moléculas, células, tecidos, órgãos, aparelhos, indivíduos, planetas, sistemas solares, galáxias etc.

A Inteligência do Homem como extensão do Sistema Inteligente Universal, uma nano bolha da Original, tem poder que vem de dentro da sua estrutura física em que habita. Segundo Paulo, na 1ª Epístola aos de Corinto, Capítulo 3, verso 16, diz isso de forma Mística, no entanto muito correta. Alberto B. P. Dias, Bacharel, Licenciado, Especialista, USP-1955.

apresentacao

Postado em : Histórico e Teoria

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

.