Descontração Autocontrolada

Descontração Autocontrolada

Descontração Autocontrolada

        Hoje em dia são do conhecimento geral entre pessoas medianamente aculturadas os conceitos de Consciência e o de Nível Consciente, bem como suas relações com o “banco de memória”, também chamado subconsciente.

        Se alguém necessita de um dado ou uma informação que de alguma maneira faz parte de sua memória, precisa de um maior ou menor esforço para fazer um enfoque mental adequado. A velocidade de lembrança e a precisão da informação dependem de como ela foi gravada e do uso repetido que se faça da mesma. Ora, esforço significa dispêndio de energia e esse desgaste depende de como está o potencial de energia disponível.

        Quando o nível de energia disponível está baixo, quando há cansaço, há menos condição de enfoque mental e o levantamento da informação torna-se impreciso, diminuindo a aptidão e a eficiência inclusive dos movimentos mais simples.

        Os primeiros sintomas de cansaço no Sistema Nervoso Central são as perdas de memória, a preguiça, o sono exagerado. Depois poderá haver insônia, sono agitado, despertar sem que tenha havido descanso. Às vezes a atenção é afetada e as capacidades auditivas e visuais diminuem.

        Outra observação a ser feita é a seguinte: Diminuindo o nível de energia disponível para que o nível consciente controle os impulsos do subconsciente, relacionado com o nosso lado instintivo, a pessoa poderá apresentar agressividade exagerada, com perda do equilíbrio e do bom senso. Surgem os sintomas relatados como histeria e outros mais graves.

        Aprendendo a descontração autocontrolada, a pessoa tem condição de a qualquer momento disponível, entrar em nível de introspeção profunda. Aprendendo a aquietar a mente, aumentando a concentração em imagens neutras, lembranças agradáveis, sons melodiosos, encontros felizes, paisagens etc., ou mesmo aprendendo a manter o estado de descontração com a mente vazia, sentindo-se em paz profunda por alguns minutos algumas vezes ao dia, consegue-se refazer os níveis da energia perdida na agitação diuturna.

        Não se trata de religião, nem de filosofia, menos ainda de política. É um treinamento com método adequado que permite que a prática estabeleça um tipo de condicionamento. O aprendiz estabelece o seu próprio processo de retroalimentação nervosa, de modo que quando desejar desencadeia o reflexo nervoso que descontrai os músculos, mantendo um tônus muscular agradável, um estado mental de paz, e plena consciência para dirigir seus pensamentos e imaginação no sentido criativo e construtivo, resolvendo os problemas pessoais.

Atendimento particular ou em grupos para Meditação Dinâmica.

Alberto Barbosa Pinto Dias, Bacharel em História Natural (todas as Disciplinas Biológicas e Geológicas), Licenciado, Especialista. USP, 1955.
Qualquer questionamento sempre será bem recebido e respondido.

Postado em : Relaxamento

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

.