Arrazoados – 01 – Relativo ao “Talmidim”

Arrazoados – 01 – Relativo ao “Talmidim”

01 -ARRAZOADOS – Relativo ao “Talmidim”

Todo arrazoado é um conjunto de razões. Toda razão é uma construção oral, ou, gráfica, lógica e razoável, que contém um conteúdo que expressa um juízo. Todo juízo pode ser perfeito ou imperfeito. Um juízo é perfeito quando é expresso por uma sentença cujo conteúdo é lógico razoável e provável. Todo juízo com conclusão lógica e razoável, mas pouco provável ou improvável é um juízo imperfeito.

Há pessoas que se baseiam em razões lógicas razoáveis e pouco prováveis ou improváveis, e por essa razão toda razão que expresse um juízo imperfeito admite outra em sentido contrário. Duas razões que se contradigam admitem abstrações. Cada abstração é uma razão decorrente das duas iniciais que se contradigam, e assim sendo, uma polêmica é interminável, até que se esgotem os argumentos. O esgotamento dos argumentos se observa quando os autores passam a repetir sentenças, fazendo afirmações que se tornaram realidades pessoais, isto é, tornaram-se verdades individuais, e por essa razão se denominam Crenças. As Crenças podem ser perniciosas quando limitantes, isto é, quando estabelecem limites à imaginação criativa e construtiva. Os limites da imaginação influem nos níveis de percepção e conseqüentemente nos níveis de Conscientização.

Todo Ser humano nasce Instintivo, com reflexos inatos. Com o desenvolvimento em família adquire reflexos que em seu conjunto se denomina aprendizado. Assim sendo o nível do aprendizado inicial depende do nível cultural da família. Na média, aos quatro anos de idade, há uma alteração fisiológica, e o individuo desenvolve o Emocional, de tal modo que dos quatro aos sete anos os Instintos se somam aos Sentimentos e Emoções.

Sentimentos são os efeitos neurológicos causados pelos estímulos externos, e emoções são os efeitos neurológicos quando nos dirigimos a uma pessoa que nos causou sentimentos. Instintos e estados emocionais positivos são um campo fértil para Intuições.

O alto nível de energia potencial que acompanha o Estado Mental quando predominam sentimentos e emoções, favorece as impressões no Banco de Memória Física denominado subconsciente.

Nessas “Condições”, o indivíduo que esteja em formação dos 3 aos 7 anos de idade, não tem condição de desenvolver raciocínios lógicos e razoáveis, pois predomina a dedução sem indução, portanto não há condições para análise crítica.

A criança aceita como verdades todos os tipos de Crenças que a “autoridade” do adulto imponha. Sob o ponto de vista médico moderno a respeito de hipnose, toda criança se desenvolve até os sete anos de idade, na média, está em estado de hipnose.

Assim sendo é uma covardia, ou, ignorância, impor Crenças limitantes a uma criança. Em compensação o alto nível de energia potencial permite um aprendizado acelerado no sentido de reflexos condicionados, bem como no registro de dados e informações no Banco de dados denominado subconsciente.

Depois o raciocínio lógico racional e razoável começa a se desenvolver, na média, normalmente a partir dos oito anos de idade, juntamente com o conceito de certo ou errado em termos de comportamento aceito em um núcleo social (moral), e relativo ao semelhante como comportamento ético.

Nessa idade, já alfabetizado, prosseguindo no desenvolvimento Cultural relativo à Sociedade, entende o sentido lógico e razoável, mas os conceitos de provável, pouco provável e mesmo improvável, só se desenvolvem a partir dos 11 anos nos mais precoces, na adolescência, tendo validade só para o que não interfira em Crenças Limitantes já arraigadas, a não ser que, seja um espírito mais avançado e desperto, do tipo que é considerado “rebelde” pelos demais que são limitados pelas Crenças.

Quando o discernimento liberta a Consciência de um indivíduo, dependendo do temperamento e do caráter, ou ele veste a pele de cordeiro e faz parte do rebanho pela conveniência,ou, ele segue como lobo autêntico, mas solitário.

Quando há um Sistema de Educação Eficiente, todos que o frequentam,podem desenvolver raciocínios lógicos razoáveis, e usar o bom senso para discernir o que for provável,e separar do que for pouco provável, ou até improvável, exceto no que diga respeito às Crenças Limitantes que façam parte de sua realidade pessoal, estabelecidas como verdades desde a infância.

Todos os sujeitos às Crenças Limitantes podem em um dado momento despertar, e ter uma percepção de que há outras realidades quando se mudam as perspectivas que antecedem o Entendimento.

Há duas maneiras de se tentar esclarecer os menos esclarecidos. Uma delas é mais tímida, talvez mais prudente, porém menos ou nada eficiente, deixando as verdades na penumbra das frases, ou, nas entrelinhas. Outramaneira de esclarecimento é serdireto concreto e objetivo, onde o discernimento não deixe dúvidas no esclarecimento.

Os Editores do Livro Talmidim, de autoria do Pastor Ed René Kivitz, cuja inteligência e cultura respeito e admiro, escreveram um Prefácio primoroso, onde deixam claro um assunto que merece muita atenção:- “O mundo da era tecnológica vem produzindo transformações profundas na maneira de as pessoas se relacionarem com os antigos paradigmas (modelos) de comportamento em vários aspectos da vida, do estético ao intelectual, como a obtenção de conhecimento e apreensão de novas idéias”.

Acredito que se acrescentarem “em aspectos da vida, do estético ao intelectual e religioso”, estaria mais completo.

Também devemos considerar que a expressão: “como a obtenção de conhecimento e a apreensão de novas idéias”, merece ser esclarecida, pois a obtenção de novos conhecimentos se faz pela experiência pessoal com resultados eficientes, e a apreensão de novas idéias se pode fazer recebendo Informações, como é o mais comum, mas a rigor não é conhecimento em tudo que diga respeito a uma religião.

A apreensão das próprias idéias se faz em função do conhecimento que resulte do resultado das experiências pessoais.

Assim sendo é bom esclarecer, que no caso, os editores se referem à aquisição de novas idéias por informação, na leitura do referido livro, ou, no Blog.

Nada impede que as pessoas desenvolvam habilidades psíquicas através de exercícios, e tenham experiências psíquicas pessoais que deem CONHECIMENTO.

Há os que nascem com a possibilidade de desenvolverem habilidades psíquicas de modo natural, e há as que necessitam de exercícios adequados para esse desenvolvimento.Geralmente as que nascem com o dom necessitam procurar um ambiente onde sejam aceitas, se bem que nem sempre corretamente esclarecidas.

A Todos O Senhor Jesus esclarece o assunto em João 14: 12. Basta crer em suas palavras (ensinamentos) e depois, para as que não têm o dom, aceitar os exercícios tecnologicamente corretos que proporcionem habilidades psíquicas através da Neuroplastia, assim como fez Jesus aos discípulos, quando apresentou a outra doutrina em separado aos mesmos. Fraternalmente, Dias.

Alberto Barbosa Pinto Dias, Bacharel em História Natural (todas as Disciplinas Biológicas e Geológicas), Licenciado, Especialista em Fisiologia (Bioenergética e Órgãos dos Sentidos) USP, 1955.
Qualquer questionamento sempre será bem recebido e respondido.

Postado em : Arrazoados

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

.