A MENTE

A MENTE

A Mente

A palavra Mente é um símbolo verbal para comunicação de um Conceito.

A conceituação nem sempre é bem entendida e a palavra pode ser mal utilizada.

A palavra Mente se refere ao instrumento, a alidade através do qual a nossa inteligência faz os enfoques no cérebro.

Outra maneira de dizer a mesma coisa é dizer que nossa Consciência é capaz de focalizar o que intencione em seu arquivo de memória através da Mente. O arquivo de memória é denominado de Subconsciente pela psicologia.

A Focalização é feita através da Mente, que é como uma alidade, um prolongamento da Consciência, a qual é um Campo de Energia Inteligente e que exerce Vontade.

O cérebro em si mesmo é como uma máquina, um computador, que sem a presença do programador que é a Consciência, é inerte ou estúpido.

A Mente se apresenta com duas facetas, ou seja, há dualidade. Cada estudioso que percebe essa dualidade procura dar nomes a cada um dos dois aspectos, se bem que as hipóteses levantadas para explicar a natureza e o funcionamento de ambas nem sempre coincidem.

A denominação de Mente Objetiva e Mente Subjetiva devemos à Thompson J. Hudson bem conhecido na década de 1890 a 1900, sendo os termos utilizados ainda hoje apesar de outros denominarem: Mente Consciente e Subconsciente, Mente Voluntária e Involuntária, Mente Ativa e Passiva, Mente Objetiva e Mente Subjetiva. São sinônimos respectivamente.

Os enfoques objetivos são feitos com o auxílio dos órgãos dos sentidos, os quais canalizam impressões sob a forma de pulsos eletroquímicos para as Áreas sensíveis do cérebro. Cada Área contém 3 zonas distintas. 1- A Primária que recebe os pulsos eletroquímicos e define as impressões. 2- Zona Psicossensorial que as decodifica e dá percepção. 3- A Gnósica que armazena as impressões decodificadas e percebidas como memória física, processando micro cristais de proteína. Quando focados mentalmente devolvem a informação estocada.

Assim sendo a memória depende de uma boa alimentação com proteínas, a qual mantem o estoque de aminoácidos utilizados na formação dos micro cristais.

Os enfoques subjetivos ocorrem quando estamos introspectivos, e são feitos diretamente nas áreas sensíveis do cérebro, conscientizando impressões que: 1- podem estar gravadas no subconsciente.

2- podem ser recebidas diretamente de outro cérebro.

A palavra Alma se refere a uma Consciência mais as suas qualidades intrínsecas. Como Consciência todos os indivíduos estão interligados por uma mesma Essência. A Alma expressa a individualidade das Consciências.

Alberto Barbosa Pinto Dias, Bacharel em História Natural (todas as Disciplinas Biológicas e Geológicas), Licenciado, Especialista. USP, 1955.

Postado em : Psiquismo

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

.