A Iluminação

A Iluminação

A Iluminação

 

Procurem racionalizar sempre.
O cérebro funciona como um HD.
O que se grava no cérebro e resulta em condicionamentos funciona como Software.

 

A Sua estrutura física e seu temperamento resultam das reações químicas determinadas pelo seu equipamento genético. A Sua Consciência, sede da sua Inteligência e da sua Vontade, pode controlar seu temperamento com BOM SENSO, escolhendo o que e como pensar o que resulta em suas Atitudes e Ações.

Sua Personalidade resulta da somatória de seus reflexos inatos e seus reflexos condicionados pela aprendizagem. Sua personalidade pode interagir com o Meio Ambiente e mostrar variações para adaptação. Com o amadurecimento ela se firma em algum padrão. Estar maduro é saber conviver com as incertezas, evitando sabidos que vendem certezas em suas afirmações na oratória.

No entanto sua Consciência, sendo inteligente, e exercendo vontade, sempre pode produzir mudanças na maneira de pensar e na maneira de se conduzir. Sua Consciência como um Todo, seu Self, é produto da integração de TRÊS ASPECTOS, três selfs, daí a idéia da trindade desde o Gênesis, ideia oriunda dos egípcios, que configuravam a Consciência em um hieróglifo, representando três aves imbricadas. Aves porque os três aspectos da Consciência, sendo energia de alta frequência, podem “voar” para fora do corpo e podem ser não locais.

Sempre é bom lembrar de que a ideia da trindade, sem especificação das partes, consta no Gênesis, que supostamente foi coligido por Moisés, e de que Moisés foi Príncipe no Egito onde freqüentou as Escolas de Mistérios. Os conhecimentos gerados nas Escolas de Mistérios eram herança de sábios que escaparam do Dilúvio havido há 11.500 anos, e que destruiu a Atlântida. Os sábios e suas famílias desceram no Monte Ararat e se instalaram às margens do Nilo, começando uma nova civilização que tomou impulso há mais do que 6.000 anos.

Imagine sua Consciência como sendo um CAMPO DE ENERGIA, produto da Integração de três campos de energia menores, os seus três EUS.

O EU Básico é o aspecto da Consciência que controla todas as funções do físico, e todo funcionamento a base de condicionamentos. O Eu Básico contém o que hoje os psicólogos denominam Subconsciente, e são os registros no cérebro. Podemos compor como O FILHO do HOMEM.

O EU Superior como aspecto da Consciência que pode se ligar com todo BANCO de CONHECIMENTO do COSMOS, ou, com O Sistema de Consciência e Inteligência UNIVERSAL que os povos denominam de O DEUS ÚNICO. O Eu Superior pode ser denominado de O EU Mais Profundo, também denominado Espírito Paternal, ou, Espírito Protetor, na tradição oral da Polinésia e Havaí, ou, O Pai na Antiguidade menos longínqua dos Anos Domine.

O EU Médio, o aspecto da Consciência que a disciplina denominada psicologia denomina de Nível Consciente da Consciência, o qual pode chegar a ter Consciência da existência dos outros dois selfs. O Máximo de atuação em equilíbrio do EU Médio, é a atuação com BOM SENSO, e que pode ser denominada de atuação “Em Espírito Santo”.

A Integração do EU Médio com o Eu Básico resulta no Ego. O Ego pode estar, ou não, integrado com o Eu Superior. Se não for, é o “Sepulcro Caiado” (J. C.).

“O maior desafio da Humanidade é a Ignorância” (Huna), ou, o Saber Parcial e limitado, que até pode dar doutorado a alguém, que tendo diploma, pode presumir saber tudo, quando só se especializou limitadamente entre os seus pares. Podemos vencer a Ignorância através do ESCLARECIMENTO que é vulgarmente denominado de LUZ, ou, seria à Luz do Esclarecimento, que também pode ser parcial, quando ainda não se abriu a Visão.

Durante a evolução do ser humano, primeiro ele é Instintivo. Depois é Instintivo e Emotivo até os sete anos. Depois dos sete anos começa a desenvolver os processos de raciocínio lógico pelo acúmulo de informações, e pelo treinamento do uso lógico e racional dessas informações. Assim vai desenvolvendo um EGO.

Um EGO FORTE se caracteriza pela integração do EU Médio com o EU BÁSICO na medida em que desenvolvemos a capacidade de Concentração para captar dados e informações, e na introspecção para Reflexão a respeito dos dados e informações, fazendo a ORDENAÇÃO das mesmas, isto é colocando as ideias e os pensamentos em ordem.

Ideias são pontos de referência que você gravou no cérebro. Cada ideia corresponde a um dado ou uma informação. Pensamento é o que resulta do arranjo que se faz com as ideias. Conotar diferentes ideias e pensamentos é uma arte.

Depois dessa fase da ordenação das idéias e pensamentos na introspecção com reflexão, e do desenvolvimento da conotação, o Homem tem condição de analisar os dados informações e pensamentos resultantes, e fazer comparações.

O primeiro produto dessa análise é saber separar o que é provável, do que seja pouco provável e mesmo improvável, desenvolvendo o BOM SENSO. A consequência disso é o AMADURECIMENTO INTELECTUAL, que caracteriza o Homem Esclarecido, e que é capaz de fazer QUESTIONAMENTOS LUCIDOS.

Quando o Homem questiona durante a introspecção reflexiva, dispara um processo de atividade cerebral que pode dar respostas como Intuição Heurística. Pode também disparar um processo de ligação com outros cérebros, e captar respostas desses outros cérebros, resultando em Intuição por contacto psíquico com alguma outra fonte de informações.

No nível da Consciência estamos todos interligados, mas “a individualidade é uma condição útil” para progresso no acúmulo de informações e obter conhecimento pelas experiências pessoais. “Ora em secreto ao Pai que ele te recompensará”, diz livre-se de ficar na base do que os outros querem que você acredite, e introspectivo, procure “ouvir” o seu Eu Superior.

O Homem Pode ainda entrar em Contato com Cosmo através do Eu Superior, e receber conhecimentos que brotam em seu cérebro através da comunicação do Eu Superior com o Subconsciente, sendo que esse conhecimento chega ao nível do EU Médio, ou, nível Consciente. Essa é a tal Luz a que muitos se referem. A evidência está em que o indivíduo é claro na exposição, mas corre o risco de não ser discernido pelos que ainda estão imaturos.

Não é discernido pelos instintivo-emotivos, nem pelos intelectuais que ainda estão no nível de integração do EU Médio com o EU Básico (EGO), sem ligação com o EU Superior (O seu Eu mais Profundo), ou ainda têm mais dificuldade de fazer abstrações.

Existe uma forte possibilidade de que o Homem foi colocado na Terra como uma experiência, de DNA procedentes de Planetas da Constelação das Plêiades, aqui colocados há mais do que 50.000 anos passados. Esse DNA teria passado por experiências de engenharia genética, sendo associado a animais já existentes e adaptados a este Planeta. Quem sabe isso explica a figuração dos Anjos Decaídos, expulsos do “Paraíso da ignorância animal?” Na Linha do Tempo houve oportunidade para apurar qualidades, inclusive para habilidades psíquicas.

Observação – Esses pensamentos a respeito da Trindade foram explanados em um Curso dado no Colégio Rio Branco em 1976, para uma plateia de 400 pessoas. Estavam presentes na primeira fila do bloco central de cadeiras, dois religiosos acompanhados de um beato meu conhecido. No intervalo o beato me procurou e me comunicou que um dos religiosos, Monsenhor da Igreja Católica queria falar comigo. Disse que sim e conversamos no palco atrás das cortinas.

O Monsenhor e o outro me questionaram de quem eu havia aprendido essa colocação a respeito da Trindade. Respondi que de tanto ler em diferentes fontes e querer entender como uma crença conciliatória me veio mentalmente essa configuração.

Então eu perguntei ao Monsenhor:- Eu lhe dei uma resposta honesta, e agora espero uma resposta precisa. Porque V.S. me perguntou quem me ensinou?

O Monsenhor pensou por alguns instantes, mas depois resolveu responder:- “Eu perguntei, porque essa informação é reservada, e só é dada aos padres escolhidos pelo seu nível de trabalho depois de 25 anos, quando então fazem um curso especial no Vaticano”.

Então pensei em perguntar, mas vacilei e não perguntei, se o Vaticano detém a doutrina que o Senhor Jesus deu aos discípulos de modo reservado, e que permitiu a alguns deles habilidades psíquicas semelhantes às de Jesus.

Esse questionamento está em minha cabeça desde há muito tempo, porque a Bíblia foi montada pelos auxiliares do Imperador Constantino, por ocasião da fundação da Igreja Católica em 256 a. C.

Se até hoje há certas informações que algumas Ordens Consideram reservadas, por não ser conveniente divulgar “O Poder que vem de dentro” para todas as pessoas, por qual razão o Imperador e Vaticano não as reservaria também?

Chega um momento em que alguém que conhece hipnose e autohipnose percebe na Yoga uma Psicotecnologia organizada e metódica, porém eivada de mística, e pensa na possibilidade de que conhecimentos de psicologia e psiquiatria, apoiados na Psicotecnologia Yoguin, possam desenvolver uma metodologia cientificamente dosada com exercícios, que livre de mística, possa dar os mesmos resultados e ainda melhores e em menor tempo, em 32 a 40 horas, do que os 7 anos exigidos anteriormente.

Isso aconteceu! Estamos no século 21, entrando na Era de Aquário.

 

Alberto Barbosa Pinto Dias, Bacharel em História Natural (todas as Disciplinas Biológicas e Geológicas), Licenciado, Especialista. USP, 1955.

Postado em : Conceitos , Conceitos básicos

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

.