15 – Consciência, Inteligência e Realidade

15 – Consciência, Inteligência e Realidade

Consciência, Inteligência e Realidade (15/18)

Como melhorar as condições mentais antes e na hora da prova

Recordando. – Nossa Consciência é um Campo de Energia Inteligente que tem Vontade Própria e mostra suas qualidades quando age sobre um Sistema Físico que tenha um cérebro integro. A ação da Consciência sobre o Físico se faz por enfoques através de uma alidade denominada Mente, e daí a expressão Enfoque Mental, ou, Focalização.

Todas as ações voluntárias e repetitivas, e feitas sob Comando da Consciência, são gravadas no Sistema Nervoso, como um Soft é registrado no Hard Disc de um Computador. Uma vez bem instalado o soft esse tipo de programa torna-se automático e apenas precisa ser disparado pela Vontade da Consciência. Em neurologia o automatismo é denominado de reflexo condicionado. Ex.: – Andar, correr, saltar, nadar, escrever à mão, escrever à máquina etc.

O cérebro funciona normalmente com ondas Betha quando o indivíduo está calmo, tranquilo, lógico, racional, analítico e usando de Bom Senso. Nessas circunstâncias a energia disponível na média dos neurônios é de 50 microvolts se o faz em contato com o ambiente e assim usa os circuitos neurais adequados ao Exterior Consciente, ou seja, à Realidade Exterior.

Se o indivíduo está calmo, tranquilo, introspectivo, tem facilidade de raciocinar e imaginar, com pleno acesso ao banco de memória do subconsciente. Nessas circunstâncias o cérebro funciona com predominância de pulsos Alfa e o potencial elétrico dos neurônios da área de atividade é da ordem de 100 microvolts de tensão. Esse tipo de enfoque mental introspectivo aciona os circuitos neurais relativos a ações no Interior Consciente, ou seja, na Realidade Interior e pessoal.

Se o indivíduo está introspectivo e muito concentrado na resolução de um problema, ou em criatividade de composição e desenvolvimento de um tema há predominância de pulsos Tetha e o potencial médio é de 250 microvolts de tensão. Nessas condições domina completamente os dados e informações que se encontram no Banco de Memória do Subconsciente, e domina a capacidade de raciocínio lógico e a capacidade de conotação de idéias e pensamentos. É a introspecção mais profunda no adulto, mas que é a normal em crianças de quatro a sete anos de idade.

Essas condições somente são ideais quando há domínio da Capacidade de Concentração e, só é possível quando não há tensão, ansiedade e receio, ou, medo. Tensão, ansiedade e medo são acompanhados de descarga hormonal, que fazem o cérebro pulsar com 30 ciclos ou mais e nessas condições o nível de energia cai 30, 20, 10 microvolts de tensão e a Consciência não têm condição de acessar o banco de memória do subconsciente. Com isso vem o “Branco”, a cabeça vazia na hora da prova.

Para eliminar a possibilidade de tensão ansiedade e medo é preciso que a pessoa consiga dominar as descargas de adrenalina que são naturais em determinadas circunstâncias e aprender a neutralizá-las com a acetilcolina que é o hormônio da calma e da tranquilidade com descontração devida ao relaxamento Consciente.

Para isso é necessário “instalar um soft”, ou seja, criar um circuito neurológico que se for acionado proporcione esse controle de modo automático.

 

Outra questão é a de dar ao estudante condições de ter maior capacidade de concentração em sala de aula. A concentração depende da atenção para colheita de dados e informações. Depois se deve treinar a concentração de modo introspectivo, afim de que haja lembrança dos dados e informações, com capacidade de ordenação e análise. É possível instalar um “soft”, uma programação mental que aumente a capacidade de concentração, aumente a capacidade de memória e de lembranças.

Neste Universo Pluridimensional, estamos mergulhados em um oceano de frequências vibratórias. Um dos tipos de frequência vibratória compreende as oitavas de frequências, que correspondem às ondas de energia produzidas pelo cérebro humano em atividade de pensamento. Algumas oitavas no nível do raciocínio lógico, outras oitavas na Imaginação com lembranças e fantasias. Outras ainda, na Imaginação Criativa e no Improviso.

A simpatia de um aluno pelo seu professor estabelece uma harmonia de frequências vibratórias entre os dois cérebros e o aluno que é de boa índole e de boa vontade, aprende objetivamente e subjetivamente, e sente a facilitação neurológica que é dada pela sintonia com o cérebro do professor para receber informações de modo subjetivo. Esse fenômeno é normal, ocorre entre pessoas em empatia, com harmonia e sintonia.

Eu sempre trato bem atendentes de um restaurante, ou, prestadores de serviço de qualquer tipo. Essa atitude causa uma condição de harmonia e permite sintonia mental. Em 03/10 pensei em dizer algo a uma das atendentes. A encarregada de cobrar, sempre muito solícita, voltou-se para mim e perguntou:- “o que foi que o senhor disse”? Respondi que não disse nada e ela retrucou:- “mas eu ouvi a sua voz, só não percebi o que dizia por que lidava com o computador”. Curioso! Alberto B. P. Dias, Bacharel, Licenciado, Especialista, USP – 55. diasmind@uol.com.br.

Postado em : Consciência, Inteligência e Realidade

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

.