07º – Introspecção e Paz Profunda – O caminho Auto Consciente  II –  Os Impulsos

07º – Introspecção e Paz Profunda – O caminho Auto Consciente II – Os Impulsos

Introspecção e Paz Profunda

O caminho Auto Consciente  II

 Os Impulsos

Somos atingidos por inúmeras diferentes frequências vibratórias de diferentes níveis (Dimensões) a todo instante. Algumas faixas de frequências são percebidas pelos órgãos dos sentidos e são canalizadas para os neurônios do Sistema Nervoso Central como pulsações eletroquímicas. Com isso realizamos as percepções sensoriais Objetivas.

Outras faixas de freqüência atingem o cérebro diretamente, podendo ou não ser percebidas como um Senso Psíquico, na Zona Psicossensorial, de cada Área Sensorial do Cérebro. Com isso realizamos as percepções sensoriais Subjetivas.

Cada frequência vibratória está acompanhada de certa quantidade de energia que, ao atingir centros sensíveis não se perdem, mas são convertidas em impressões, algumas percebidas e outras não. Todos nós temos um limiar de irritabilidade sensorial, e muitas vezes essa energia em excesso é acumulada, ela tende a se manifestar como Impulsos Inconscientes.

Os impulsos do inconsciente podem aflorar como um desejo e as tendências serão de manifestar o desejo através da ação muscular voluntária, e ou, de uma secreção glandular que precede a ação. Esses movimentos devidos à ação muscular, se bem sucedidos, podem se tornar reflexos que se automatizam.

Muitas vezes os movimentos reflexos automáticos são mais evidentes como tiques nervosos, quando há tensões na consciência devido a problemas não resolvidos e que se tornam neuróticos.

Há casos em que o indivíduo chega a perceber que algo está errado em sua conduta e muitas vezes deseja mudar, mas, não sabe como mudar essas impressões determinantes que agem como impulsor no subconsciente.

Se ele se dispõe a aprender no caminho do autoconhecimento, sabe que a introspecção favorece a lembrança de imagens que são as mais fáceis, depois idéias associadas a imagens e finalmente os pensamentos que são conotados, pois, são associados no dia a dia.

Ao fazer um retrospecto é preciso lembrar o tipo de impressão que causou em terceiros, ou, recebeu dos mesmos, bem como a qualidade de emoção que aflorou, se foi agradável ou desagradável. Não é difícil, mas exige certa disciplina e persistência por pelo menos 20 minutos diários.

Um fator para facilitação é criar o habito de introspecção e voltar a atenção de modo concentrado para um determinado enfoque mental. Esse hábito leva ao controle da imaginação, e a imaginação controlada é a melhor arma de que podemos dispor para resolver nossos problemas.

Ganhando confiança na medida em que se ganha facilitação na introspecção e segurança no sucesso do retrospecto dos acontecimentos de um dia, podemos prosseguir com enfoques de acontecimentos ocorridos no passado, há meses e mesmo há anos. Primeiro vem o flash de uma imagem, depois imagens associadas e finalmente o contexto relativo a uma sequência de acontecimentos.

Quando as impressões gravadas no subconsciente tornam-se conscientes pelo acesso que o nível consciente da consciência possa fazer no banco de memória, elas colaboram no sentido de harmonizar os sentimentos e as emoções, livrando-nos das tensões e das neuroses.

Isto pode ser feito notando e analisando a razão de qualquer sentimento crítico ou hostil dentro de nós, bem como se determinando a ser amigável, mesmo com as pessoas que para nós causem estranhezas devidas ao seu caráter e comportamento. Um sorriso, nem sempre aberto e franco, sem ser sarcástico, pode causar alívio de tensões.

Ser amigável não obriga a concordar, apenas obriga a não ser hostil.

Qualquer pensamento que nós percebamos que é desarmônico pode ser substituído por outro mais agradável, ou, por imagens neutras como paisagens e lembranças felizes.

Diante de qualquer situação nova e inesperada, é a intuição que nos faz sentir se as conseqüências são agradáveis ou desagradáveis. Obedecer à intuição nos dá o livramento.

Qualquer ato impensado menos desejável, desde que haja consciência disso, pode ser compensado com um pedido sincero de desculpas, ou ainda, com uma reparação.

Manter-se em atitude hostil, ou fazer de conta que nada aconteceu, é “pedir cabelos brancos, distúrbios circulatórios e coração fraco”, nos dizeres de São Patrício, ex-bispo da Irlanda, homem simples e chegado ao povo, fundador da Igreja Católica no local.

Como o estudo das diferentes situações em introspecção exige disciplina e dedicação, além do gosto por pensar fazendo reflexões lógicas e racionais, há instituições que oferecem os exercícios e a disciplina, bem como os conhecimentos básicos para essa finalidade.

A persistência nos exercícios de concentração para aquisição de informações, de introspecção para ordenação e análise durante a meditação, permitem o desenvolvimento psíquico e a expansão de consciência.

Sabemos que da humanidade, 70% não está voltada para esse tipo de interesse por diferentes razões. Não cabe nenhuma crítica a essa condição normal da evolução mental e espiritual possível ao homem. Por essa razão há informações que são passadas e entendidas e denominam-se exotéricas e há outras informações que acabam sendo reservadas, simplesmente porque não são entendidas pela maioria e são denominadas esotéricas.

Foi assim com o grupo que cercava Jesus o Cristo, conforme passagem no Novo Testamento que permite entender que o que foi escrito como Evangelhos é exotérico, e o que foi dito de modo reservado aos discípulos foi a parte esotérica. Esotérica é a doutrina que Jesus passou em Reservado a seus Discípulos. Apesar disso há pastores evangelistas, que sendo bitolados em seus raciocínios, criam problemas, inexistentes, com o vocábulo “esotérico”.

Provavelmente a doutrina dada em reservado aos discípulos, foi à parte esotérica dos ensinamentos que Jesus recebeu na Ordem de Melquisedeque, relativa ao desenvolvimento de Habilidades Psíquicas, que o elevaram a Sumo Sacerdote dessa Ordem, e permitiram que executasse os feitos denominados Milagres.

As sociedades esotéricas têm suas portas abertas a todos os que têm interesse em buscar algo além do que passam os religiosos limitados por dogmas e fundamentos.

Nem todas as organizações passam conhecimentos confiáveis em todos os tempos, daí a necessidade de revisões e renovações de acordo com a época e a evolução da ciência. Nem todos os que entram nas organizações participam e dos que participam nem todos têm o mesmo nível de percepção e de entendimento, compreensão e Conscientização.

Há aqueles que expandem a consciência para o lado espiritual, outros para o lado material da organização como sistema organizado, e então é como nas Igrejas, onde se definem os fariseus, os publicanos, os levitas e os saduceus, estes últimos com seus rituais, suas mercadorias e suprimentos para sustentação do Sistema.

Tudo é valido em termos de organização e de evolução pessoal, na medida em que todos podem atingir os diferentes níveis de Consciência a serem alcançados, pois isso depende da Consciência de cada um.

Assim sendo, ponderei no salto quântico que foi dado quando os psicólogos Humanistas, decorrentes da linha de pensamento de Jung, perceberam o valor da Psicotecnologia dos orientais, mormente da yoga, como fator de saúde, e com isso passaram a desenvolver a Psicologia Transpessoal, a potência mais moderna na linha da disciplina Psicologia.

Dai outro salto quântico foi dado, quando a Psicotecnologia Ocidental associou os princípios básicos da Yoga, isenta da teoria mística, à psicotecnologia Ocidental Moderna que proporciona o desenvolvimento da autohipnose de modo Consciente e autocontrolada.

Resultou em um híbrido muito eficiente, que em poucas horas resulta no Estado Alterado de Consciência Autocontrolado, que antes levaria muito tempo, meses, ou, até anos, para ser adquirido. É essa Metodologia que eu uso há mais do que 44 anos.

Alberto Barbosa Pinto Dias, Bacharel em História Natural (todas as Disciplinas Biológicas e Geológicas), Licenciado, Especialista. USP, 1955.
Qualquer questionamento sempre será bem recebido e respondido.

Postado em : Introspecção e paz profunda

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

.