07º – Fé, Crença, Religião e Milagres – A Energia

07º – Fé, Crença, Religião e Milagres – A Energia

Fé, Crença, Religião e Milagres

Huna, Xamanismo, Habilidades Psíquicas e Fenômenos Resultantes

 A Energia

Há diferentes manifestações da Energia que se apresenta em diferentes níveis de frequência vibratória. Estas podem ser detectadas pela aparelhagem dos físicos, desde a condensada na matéria como sendo as frequências mais baixas até as mais altas conhecidas como raios cósmicos. Essa energia conhecida, detectada e mensurada, recebe nomes, e esses são os nomes com os quais a ciência identifica cada posição na escala vibratória em que a energia se apresenta em oitavas.

A energia vibratória vai desde as de mais baixa frequência que impressionam o tacto, até os raios cósmicos, passando por todos os níveis de fenômenos como som, eletromagnetismo, calor, luz, raios-x e raios gama. Há intervalos na Escala de frequências vibratórias, onde os tipos de Energia ainda são desconhecidos.

As frequências vibratórias superiores que estão além das frequências dos raios Cósmicos e que, ainda não são percebidas pela aparelhagem dos físicos, tomam o nome de Espírito, ou, Virtude desde a antiguidade. Essa forma de energia que pode ser mobilizada por enfoque mental, e reconhecida pelos seus efeitos, tem muito a ver com a vitalidade. Tem a ver com a possibilidade de o organismo desenvolver e liberar Energia Vital, que é convertida pelo enfoque mental em energia de mais alta frequência vibratória.

Assim sendo, um “médium” de cura, ou seja, um indivíduo hábil em converter, focalizar e transmitir energia com uma intenção, enfraquecido pela idade, ou por excesso de trabalho de transferência de Energia Vital, sem conhecimento de causa, o que é comum, com a baixa do potencial da Energia Vital, perde o controle do consciente sobre o próprio subconsciente, por mais “espiritualizado” que seja (casos de até alienação), na medida em que se desvitaliza.

Os chamados “médiuns videntes” têm vida mais longa, pois têm menos desgaste, porquanto em sua atividade apenas entram em sintonia com o subconsciente das pessoas, percebendo, decodificando e verbalizando as informações já existentes no banco de memória das mesmas.

Também há a possibilidade de sintonia do cérebro com a energia cósmica (espuma quântica) e fazer a mesma fluir por enfoque mental, o que causa muito menor desgaste no “médium” que sabe este recurso.

Não se deve confundir Espírito, a Energia Essencial de todas as frequências que preenchem o Universo, com “espírito”, a energia matriz do plano material (espuma quântica) passível de fluir por enfoque mental.

O enfoque mental no cérebro é feito pelo Espírito existente em cada Homem que, à imagem e semelhança de Deus, é campo de energia de alta frequência vibratória com Consciência de Existir, o Eu Inteligente, Cognitivo, particular e indivisível que, se expressa como uma Personalidade de Alma, a qual depende do conteúdo informático programado quando está ligada a um cérebro.

“O Pai em Mim”, o qual enfoca inteligentemente o cérebro e “opera as obras” se manifesta quando os três aspectos da Consciência estão integrados. A integração se dá primeiro do Consciente com o Subconsciente (parte do Eu Base), formando o Ego, e depois com o Superconsciente, ou, Eu Superior, O Pai em MIM, O Espírito Paternal que nos protege.

Algumas pessoas aprenderam a entrar em sintonia com a energia “da natureza” e podem, por enfoque mental adequado, se recarregar melhorando a energia vital. Outros aprenderam a direcionar energia de outras pessoas (doadoras de Mana), economizando a própria energia como fazem muitos médiuns de cura, fato evidente quando há uma multidão de assistentes concentrados e doadores de energia ativos e passivos.

Cada um que percebeu uma modalidade de entrar em nível de introspecção e de controlar a energia por enfoque mental, usando ou não algum tipo de ferramenta, desenvolve um Sistema. Muitos aprendem um Sistema, e posteriormente mudam o rótulo e alguma coisa da “farofa” filosófica, colocando o mesmo processo de novo no mercado consumidor como se fosse uma nova realidade dentro da atualidade.

Alguns conseguem vender só a “farofa” filosófica, porque setenta por cento da população vive em nível de infantilidades e fantasias.  ”A vós, vos dou apenas o leite…” já foi dito pelo Mestre Jesus, e é uma evidência real do conhecimento da situação, e da absoluta honestidade do mesmo Mestre Jesus.

Muitos indivíduos têm condição de sobreviver fornecendo apenas “o leite” de que dispõem, cumprindo sua vocação social, sendo que alguns com erudição, metáforas e alegorias, sacodem o emocional dos ouvintes, fixando verdades relativas como se fossem verdades absolutas.

Os sistemas mais simples usam fazer arrecadação financeira direta, outros usam de maneira indireta, o que pode ser observado em todas as variáveis dos Sistemas Organizados iniciados pelos homens muito depois de Jesus, O Qual, não fazia arrecadações e era eficiente nas ações psíquicas além do aspecto filosófico.

O Sistema iniciado por Jesus foi modificado, primeiro por Paulo, depois pelos contratados do Imperador Constantino e mais tarde pela Reforma e seus derivados, perdendo-se a eficácia inicial dos enfoques mentais com habilidades psíquicas, por darem mais importância à hierarquia, ao cerimonial, aos rituais, às pompas e circunstâncias e ao desenvolvimento de uma oratória, do que ao desenvolvimento das experiências psíquicas referidas por Jesus em João: 14: 12, cujos resultados podem livrar as pessoas das dúvidas e da ignorância.

Mais escravo é quem pensa que está salvo e livre, e não percebe que não passa de um sujeito a um Sistema Organizado que ensina crenças limitantes.

O mesmo se observa nas Disciplinas e Ordens Místicas e Esotéricas, onde passa a ter mais valor à “iniciação”, o “grau”, o “título”, o pergaminho, a comenda, as medalhas, o “Discurso”, o Ritual, do que um desenvolvimento espiritual visível e demonstrável. Algumas Ordens fazem decorar normas e princípios, e obrigam seus membros de menor capacidade intelectual à leitura de discursos prontos e aprovados. Em outros sistemas os “graus” sugeridos e conferidos são conquistados pelo fato de se ter numerário para pagar por ele, como “todo homem de bem”. (Entenda-se de bens).

Na busca da Eficácia, o cristão de qualquer “linha” pode ler entender, aprender e compreender, na Iª Epistola de Paulo aos de Corinto, capítulo 2, versículo quatro, onde lemos:- “A minha palavra e a minha pregação, não consistiu em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder”. Esta é a medida da busca da verdade e do encontro da mesma. “A eficácia é a medida da verdade”.

Também em João, capítulo 14, principalmente no verso 12, Jesus deixa entender que qualquer pessoa pode contar com o Pai, espírito paternal, Aumakua, Eu Superior, como aspecto da Consciência para ser eficiente nas ações tidas como espirituais, desde que creia em suas instruções. A salvação da personalidade da alma como expressão de uma Consciência, estaria na integração dos três aspectos da Consciência (Trindade Íntegra e Integrada), Consciente, Subconsciente, Superconsciente na linguagem da psicologia moderna desenvolvida a partir do século XIX. A questão é que, ou, os discípulos não escreveram as instruções da doutrina reservada, ou, foram suprimidas por algum motivo na Bíblia Canônica.

É interessante observar nos Evangelhos, como os discípulos misturam o que seria destinado ao povo simples, com o que é próprio de assuntos reservados ao grupo de 12.

O Sistema mais simples para a ação psíquica é a Huna. Atualmente a Huna em Ação também desaparece no meio do estudo de muita filosofia e poucos exercícios.

Todos os Sistemas religiosos, ou, místicos originados da Huna estão disponíveis no mercado das ilusões, como pasta de dentes em supermercados. Há de todas as cores e sabores, preços e condições de pagamento. Alguns Sistemas Organizados com a finalidade de uma suposta salvação da personalidade de alma, esta é oferecida de modo gratuito, mas a cobrança  para sustentação do Sistema vem depois. A integração da Consciência em seus três aspectos fundamentais fica como pressuposição, como tudo o mais que seja para um futuro.

A questão que todo homem enfrenta em sua busca é a escolha do caminho para a pretendida salvação da personalidade de alma e, verificar quem realmente pode orientar para uma vida melhor no aqui e agora. É preciso discernir:-

Quem tem os dentes, mas não tem as nozes?

Quem tem as nozes, mas não tem os dentes?

Quem tem os dentes e nozes e faz mistério?

Quem tem dentes e nozes e não faz mistério?

Algumas organizações usam filosofias para discutir o valor dos dentes e, as ferramentas a serem adquiridas. Outras discutem o valor nutritivo das nozes.

Outras ainda mostram os dentes e as nozes, mas não mastigam nem deixam mastigar. “É como os cães que deitam no coxo, não comem e não deixam comer”. (Evangelho segundo Thomé?).

Onde poderemos receber nozes e poderemos mastigar enquanto temos dentes? Qual delas ensina a mastigar e a testar a eficácia energética das nozes?

“A eficácia é a medida da verdade” em qualquer circunstância.

Devemos estar atentos a um princípio básico e natural na conduta humana:

1. Quem sabe faz e ensina a fazer.

2. Quem não faz, gosta de ensinar filosofia sob alguma perspectiva e falar de quem faz, ou, como se o fizesse.

3. Quem não faz e não sabe filosofar dentro de uma perspectiva, geralmente, quer um posto onde possa mandar. Geralmente impõe interpretações de alguma filosofia que são limitações aos demais em função de suas próprias limitações mentais e psíquicas.

Revisões e acréscimos em 16/04/2009 depois em 21/12/2015.

Alberto Barbosa Pinto Dias, Bacharel em História Natural (todas as Disciplinas Biológicas e Geológicas), Licenciado, Especialista. USP, 1955.

Postado em : Fenômenos Psíquicos e Tecnologia Atual

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

.