07 – Consciência, Inteligência e Realidade

07 – Consciência, Inteligência e Realidade

Consciência, Inteligência e Realidade (7/18)

 

 Quando uma pessoa tem um potencial natural, ou, a ser obtido mediante exercícios e, faz enfoques mentais com estabilidade de pulsos Alfa em torno de 10,5 ciclos por segundo, mostra que é capaz de fazer telepatia, vidência e clarividência, comportando-se como os indivíduos que são rotulados como médiuns nos meios religiosos espíritas e espiritualistas. É apenas uma mudança de enfoque mental para uma outra dimensão de freqüências vibratórias.

 

Os indivíduos mutantes com tipo sanguíneo B e AB têm mais facilidade para isso. Pergunte ao médium vidente espírita seu conhecido qual o tipo sanguíneo dele e, constate que a maioria dos “médiuns” videntes é do tipo B ou AB. O sangue do senhor Jesus era do tipo AB, segundo o Vaticano, mais comum no Oriente Médio.

 

Curiosamente, se uma pessoa for capaz de aprender de modo natural, ou, através de exercícios, a mudar o enfoque mental para outra dimensão de freqüências vibratórias, e consegue de modo voluntário estabilizar o cérebro, produzindo ondas Tetha entre 4 e 7 c/seg. , evidencia uma energia disponível superior a 250 microvolts. Então pode ser capaz de direcionar por enfoque mental uma forma de energia (“espírito”) que, produz efeitos subjetivos e objetivos na matéria, influindo em vegetais, animais, pessoas e em casos especiais influi nos elementos da natureza. Com certeza “espírito” nesse sentido é Energia Quântica.

 

O nível de Consciência mais comum é o estado natural em que as pessoas se relacionam com o meio ambiente através dos cinco sentidos e dá respostas voluntárias, ou, reflexas aos estímulos que recebe. É o nível de Consciência que nos liga ao mundo físico relativo ao plano material.

 

Um segundo nível de Consciência pode ser descoberto naturalmente, ou induzido a ser descoberto e, é o nível de ação Psíquica em que se descobre que há possibilidade de fazer fluir um quantum de energia por enfoque Mental. Podemos começar por sentir um “campo” de energia que se forma por enfoque Mental, nas mãos em concha, quando em estado de concentração.

 

Depois de convencidos dessa possibilidade podemos experimentar fazer essa energia fluir das mãos, influído nos seres da natureza. Experimente para começar, passar energia diariamente para uma planta desejando que floresça. Observe a carga e a qualidade das flores. O mesmo com árvore frutífera.

 

Mais fácil será experimentar influir na velocidade de germinação de sementes. Pode ser trigo, arroz, ou, feijão. Coloque em dois pratos um pouco de algodão molhado e sobre o algodão igual número de sementes de feijão. Em um dos pratos diariamente imponha as mãos desejando sentir um fluxo de energia que vai em direção aos feijões. Faça a experiência duas vezes ao dia por 5 minutos. O outro prato é deixado à distância e desprezado. Observem em qual prato as sementes germinam primeiro e como as plantas se desenvolvem mais rápido.

 

Use dois copos com água pela metade. Coloquem em cima de cada copo uma cebola em bom estado, com a parte das raízes secas para dentro do copo. A um deles envolva com as mãos sem tocar no copo e imagine o fluxo de energia que passa para a água e para a cebola. Faça isso duas a três vezes ao dia por cinco minutos. Deixe o outro distante e o esqueça. Imagine que a energia é uma luz branca. Observe em qual dos copos as raízes surgem primeiro e observe a diferença de velocidade de crescimento das raízes em 21 dias. No que recebe energia as células se multiplicam com mais freqüência, o que pode ser observado em cortes de raiz ao microscópio.

 

Igualmente podemos aprender a sentir o fluxo de energia cósmica que procede do espaço, experimentando direcioná-lo para as mãos e fazê-lo ingressar no corpo, direcionando a energia quântica para órgãos internos que são assim estimulados, se desejarmos melhorar as suas funções. O fluxo de energia quântica tem duas mãos de direção e quem determina a direção do fluxo é a intenção e, o tipo de enfoque mental consciente.

 

Tendo sentido essas experiências pessoalmente dá para acreditar que o fluxo possa sair de nossas mãos e exercer influência com estímulo positivo nos órgãos de outras pessoas (Benção com imposição de mãos). Aqueles que têm dificuldade de concentração podem fazer algumas quatro horas de exercício e logo ter as experiências que ficam gravadas para o resto da vida.

 

Alguns minutos da concentração são suficientes para experimentar e usar esses efeitos físicos. Coloque sua mão mais forte na altura do Plexo Solar a uma distância de quatro dedos. Deseje sentir o calor na área. Sentido o calor, imagine que apalpa o estômago, e sinta que o apalpa. Divirta-se, você está atuando em “outra dimensão”.

 

Um terceiro nível de Consciência se descobre quando se percebe que tudo o que existe está interligado e a individuação é apenas uma separação útil. É o nível de Consciência que pode ser denominado Relacional e que permite que se percebam Psiquicamente formas de energia vibratória que trazem informações diretamente ao cérebro, estimulando neurônios sensíveis e que estão nas Áreas relativas aos nossos sentidos psíquicos no cérebro. Também é possível transmitir impressões ao cérebro de outra pessoa. Se o fizer, entenderá a importância da qualidade de seus pensamentos.

 

Há pessoas que têm o dom natural para esse tipo de percepção que, permite que nós nos conscientizemos de modo subjetivo a respeito de fatos tanto do plano físico em geral, como do plano psíquico em outras pessoas conhecidas e, basta que possuam as informações em seu cérebro.

 

É possível ainda se ligar com o cérebro de uma terceira pessoa desconhecida para nós através da percepção e sintonia com a imagem da mesma que esteja gravada no subconsciente do nosso interlocutor.

 

Também se faz através da imagem de uma fotografia. Esse fato favorece que possamos, caso desejemos (Kli), fazer projeção de energia a um terceiro, para ajudar a resolver um problema percebido de modo psíquico.

 

Exemplo. Em 1974 eu ministrava aulas nos cursos de psicologia e pedagogia na FMU. Um sábado em que ensinava a respeito de Glândulas Tireóides uma aluna de tez morena clara, magra, olhos verdes, cabelos lisos negros se levanta e pergunta:-

 

- Professor, o senhor pode nós ajudar?

- Sim, o que é que não entendeu?

 

- Não é da Matéria professor. É a minha irmã, ela tem uma dor de cabeça há duas semanas e não passa. Já houve uma junta médica em casa há uma semana e não se resolveu. Enquanto ela me falava vi mentalmente uma moça baixa, cheia de corpo, pele branca, cabelos loiros pintados, olhos azuis, vestida de uma blusa branca de golas largas, calça Jeans, tênis. Perguntei:- Por acaso sua irmã é… E descrevi o que eu vi.

 

Ela respondeu:- Professor, o senhor conhece minha irmã?

 

 - Não, mas se ela é assim agora conheço. Em seguida descrevi parte da habitação em que ela vivia e a posição do banheiro, a pia com um armário-espelho e o vidro de Lasix que estava do lado esquerdo na segunda prateleira de vidro nesse armário. Em seguida eu disse a ela que a dor de cabeça era devida a abuso do Lasix que desequilibrou a relação sódio-potassio do sangue e das células.

 

Ela perguntou: – Então o que podemos fazer?

 

 - Diga à sua mãe que vá à Rua da Liberdade, compre ameixas salgadas importadas do Japão, dê duas ameixas para ela comer com pelo menos dois copos de água Lindóia.

 

P – “Mas só isso”?

R – Sim! Em vinte minutos estará boa, sem dor de cabeça.

 

Observei um frisson na sala de aulas. Preocupei-me com a situação que eu havia criado diante de oitenta alunos de Pedagogia do primeiro ano da FMU. Também lá se encontrava uma moça nossa conhecida, Dulcinéia da 1ª I.B.S.P.

 

No sábado seguinte a moça morena comunicou à classe toda:- Contei o que o professor disse para minha mãe. Ele passou para meu pai. Reuniu-se a junta médica. Riram muito do que o professor disse.

 

Na quarta feira, como a dor de cabeça não passava, “Minha mãe fez o que o professor disse e, minha irmã sarou em 20 minutos”. Acabou um suspense na classe, e, naturalmente, começou outro até com reflexos fora da sala de aula….  Alberto Dias, especialista, USP, 55.   

Postado em : Consciência, Inteligência e Realidade

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

.