06º – Fé, Crença, Religião e Milagres – Os Rituais

06º – Fé, Crença, Religião e Milagres – Os Rituais

Fé, Crença, Religião e Milagres

Huna, Xamanismo, Habilidades Psíquicas e Fenômenos Resultantes

Os Rituais

Sob o ponto de vista psicanalítico, todos os rituais são válidos para desencadear estados alterados de consciência. Estado Alterado de Consciência é a denominação moderna para estado de hipnose. Há ritual que gere estado, ou, nível de hipnose mais leve, outros geram estados alterados de consciência em nível médio e outros ainda mais profundos no sentido da introspecção. Há pessoas que entram em estado de inconsciência sem estar em sono profundo (sonambúlico) e outros entram em estado de sono profundo.

Todo estado alterado de consciência causado por impacto emocional, ou, por indução a estados emocionais, é acompanhado de um nível de energia mais elevado no cérebro, consequentemente, com registros mais fortes nos neurônios, relativos a fatos de acontecimento, de palavras, de idéias e pensamentos.

Como há pessoas com diferentes níveis de sensibilidade, percepção e consciência, elas se ajustam ao ritual que as faça sentirem – se mais leves e eufóricas, com “o astral mais elevado”, ou, a um transe hipnótico mais leve. Há pessoas que mediante um ritual que é leve para alguns, podem chegar até à inconsciência, e a um sono profundo, mas sempre há um grau elevado de sugestibilidade.

Na verdade todos os rituais são montados em função de atos repetitivos que geram reflexos condicionados e automatismos, sendo que, os mais primitivos são as danças, depois os cantochões e os corinhos. Há quem use somente os embalos de movimentos repetitivos, balanços do corpo associados à leitura de um texto, ou, à repetições de uma prece, ou, de um cantochão.

A repetição de movimentos sob a influência de sons repetidos com ritmo, ou, a repetição de sons vocálicos, como palavras, como frases conhecidas como mantras, ou, a repetição de preces, ou ainda, cânticos repetitivos, geram automatismos e estes induzem a um Estado Alterado de Consciência vulgo transe.

Esses estados alterados de consciência se caracterizam por um nível mais elevado de energia vital neurológica que estará disponível para as ações psíquicas e, com maior ou menor integração do Consciente do Eu Médio com o aspecto Subconsciente do Eu Base. O conteúdo emocional sempre potencializa a secreção de neurotransmissores, evidenciada nas ações objetivas efetuadas pela energia psíquica efetivamente disponível, quando a eficácia é a medida da verdade.

A obtenção dos estados alterados de consciência pode ser aprendida por treinamento consciente através de exercícios. Resulta em Autohipnose Consciente em que o indivíduo aprende a se utilizar do potencial de energia que é liberado, por autocontrole. O resultado do treinamento passa a ser um procedimento autohipnótico que pode ser mais leve ou mais profundo, dependendo da sensibilidade neurológica da pessoa que pratica e de quanto pratica.

Há vários níveis de estados alterados de consciência que podem afetar os que desconhecem o assunto, sendo que o mais leve é o nível de sugestibilidade com pulsos cerebrais de predominância alfa, onde a alfagenia é provocada por música suave, ou, um discurso com voz agradável, sugerindo figurações que causem sentimentos e ou emoções.

Cinco por cento dos indivíduos de qualquer população pensam de modo abstrato de modo natural e são infensos às sugestões onde faltem à lógica, a racionalidade e a prova de uma verdade relativa a um determinado fato. Geralmente são indivíduos que apresentam facilidade para abstrações diante de duas afirmações antagônicas.

Esse estado de Consciência em que o indivíduo está Consciente e controlando a lógica, a razoabilidade e a possível veracidade das informações que estão sendo passadas, e mais o conteúdo informático Subconsciente, exige um potencial elevado de energia a ser utilizado. No entanto, pode ocorrer que esses indivíduos se sujeitem a ouvir um discurso por mais tempo do que vinte minutos, e o cansaço pode baixar a vigilância e a capacidade analítica, entrando em estado de alta sugestibilidade.

O cansaço produzido por horas de trabalho continuado, o jejum, ou ainda refeições leves durante muitas horas de trabalho, ou, atenção e concentração em estudos, baixam a resistência física e psíquica, e nessas condições pode se estabelecer uma lavagem cerebral com mais facilidade. Essa técnica é utilizada nas “imersões”, nos retiros e acampamentos. Os regimes pobres em proteína também favorecem a obediência desprovida de autocontrole.

Entenda-se por lavagem cerebral, técnicas de implantação de idéias e pensamentos que se refiram as informações pouco prováveis ou mesmo improváveis e que, fazendo parte do banco de memória do indivíduo, se tornam crenças limitantes na realidade psíquica do mesmo, imperando a fantasia em detrimento da informação do que seja lógico razoável e provável.

Cuidado com a oratória que se estenda por uma hora ou mais, onde você cochila, ou, divaga. Maior cuidado se deve ao convite para ouvir uma semana de oratória que se estenda por uma hora diária, e proferida pelo mesmo orador e no mesmo tom de voz, ou, acompanhada de um fundo de música suave. Muitos oradores usam as técnicas sem ter conhecimento do que fazem, mas se encantam com os resultados, atribuindo-os à graça de alguma divindade que os protege como escolhidos. Outros sabem muito bem o que fazem, o que pedem, e como pedem.

Sempre é bom lembrar que estados alterados de consciência proporcionam alto grau de sugestibilidade e a facilitação na implantação de novas crenças filosóficas, políticas ou religiosas. É por essa razão que observamos a migração das pessoas de uma crença para outra, e dentro de uma mesma crença, de um padre, ou, ”pastor” menos sugestivo para outro sacerdote mais sugestivo. (carismático = com poder hipnótico). O mesmo se dá de um partido político a outro, por sugestão intelectual ou por sugestão acompanhada de interesse pecuniário, o que não deixa de ser emoção agradável relativa às boas condições do bolso, ou ainda posição de poder relativo.

Algumas atitudes, atos e mesmo hábitos não recomendáveis, geram tensões na Consciência por sentimento de culpa. Muitos sempre estão em busca de solução para os problemas oriundos de “Tensões na Consciência”, e o adulto imaturo busca a segurança de uma certeza em uma figura que prometa soluções, substituindo a figura dos pais, que estejam inoperantes.

Outra linha de rituais, mas sem atividade física, pode levar à introspecção eà concentração profundas, aos estados de autohipnose protegida como são os diferentes tipos de oração e preces feitas em particular (em secreto ao Pai), como foi recomendado por Jesus, a fim de evitar a influencia da conduta coletiva e a dominação através das sugestões dos sacerdotes da época, ou, de qualquer tipo de dirigente de qualquer época.

Manthras, fixação de imagens como são as mandalas, repetição de sons, meditações contemplativas, ou ainda, a meditação do tipo dinâmico também são eficientes para indução a estados alterados de consciência.

Dependendo do nível de introspecção, pulsação cerebral e energia disponível, a pessoa pode receber informações, ou, passar informações de modo subjetivo, como também pode receber Energia Vital, ou, passar Energia Vital, convertida ao nível quântico.

Esta atividade mental que é comum a todos em diferentes níveis de potencial de ação, muitas vezes é denominada de ação espiritual. A diferença entre as pessoas está na prática aprendida, na habilidade desenvolvida pessoalmente e às vezes até automatizada.

O verdadeiro desenvolvimento Espiritual, ou, do psiquismo espiritualizado, é a atividade em nível psíquico que enfoca o que é criativo e construtivo como qualidades divinas, e honesto, puro, limpo e bom, como qualidades humanas desejáveis, recomendadas por Paulo na filosofia cristã e, constatáveis em Filipenses cap. 4: v. 8.

Mas, independentemente de crença ou religião, ou mesmo de moral ou ética, pode haver desenvolvimento psíquico com controle mental sobre a energia vital, ou de modo natural, ou, por exercícios programados. O direcionamento da energia pode ser para locais do corpo do próprio operador psíquico, ou, para o corpo de terceiros, e os efeitos podem ser positivos ou negativos, dependendo do tipo de enfoque mental e da intenção.

Considerando-se a Linha do Tempo, cada qual que descobre que pode exercer algum tipo de controle sobre esse tipo de energia psíquica,  inventa um nome para o processo e outro para a energia. O nome mais antigo para energia psíquica é Mana, usado para a energia do indivíduo que está em nível de raciocínio lógico, em contato com o ambiente. Mana-Mana, ou, Mana em dobro, quando está introspectivo com predominância de imaginação. Mana Loa, quando em introspecção profunda, consciente e atuando psiquicamente com efeitos objetivos. A Filosofia Huna, apesar de ser a mais antiga, é a forma mais simples de entender os fenômenos psíquicos.

Dez mil anos após a Huna verificam-se o conceito de Kundalini dos Hindus que complicam o entendimento com a Filosofia do Hinduismo, as práticas e hipóteses convertidas em crenças nos diversos níveis de Yoga, da Laya Yoga à Raja Yoga. Mais tarde, as colocações dos europeus como força Ódica, Zódica, Orgônica, Ergônica, Astral. Também há os termos Ki, Tchi-Kun, Kiai, dos orientais, nas diferentes Academias.

Em conseqüência da diversidade de informações, percepções, pensamentos e de condutas, vêm às explicações em que cada um acredita e transmite, e são apresentadas em cada uma das filosofias do mercado atual de filosofias.

Também ocorre o mesmo para utilização da energia psíquica, com ou sem ferramentas de nível físico, como cristais, agulhas, instrumentos e aparelhos que são meras muletas psicológicas para a atividade psíquica com canalização de energia por enfoque mental.

As ferramentas objetivas e as muletas psíquicas podem impressionar os que ignoram as causas por perceberem apenas os rituais e os efeitos associados à emoção causada pelo ritual e pelas ferramentas utilizadas. Luzes coloridas, velas, incensos são coadjuvantes no impressionismo e geração de emoções.

Assim concluímos que diferentes disciplinas, que podem existir em função de diferentes filosofias, e com diferentes rituais, podem permitir o desenvolvimento do controle por enfoque mental sobre o mesmo tipo de energia, vulgarmente conhecida como espírito, embora se utilize de rótulos diferentes para a mesma essência. (Segue – a energia).

Veja também: Os Rituais

 

Alberto Barbosa Pinto Dias, Bacharel em História Natural (todas as Disciplinas Biológicas e Geológicas), Licenciado, Especialista em Fisiologia (Bioenergética e Órgãos dos Sentidos) USP, 1955.

Postado em : Fenômenos Psíquicos e Tecnologia Atual

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

.