06º – Apenas quero entender Jesus – O que é a salvação? Como obter a mesma?

06º – Apenas quero entender Jesus – O que é a salvação? Como obter a mesma?

O que é a salvação? Como obter a mesma?

 

Como é sugerido atualmente pelos evangelistas o salvo-conduto da “salvação”?

Seria ela imediata e permanente para qualquer atitude, ou, ação, antiética em qualquer circunstância? Alguns teólogos pregam e eles acreditam que, uma vez professo o nome do Senhor Jesus, o pecador está “salvo”, simplesmente pela aceitação de Jesus como salvador. É a crença que facilita o ingresso nas fileiras dos neófitos, adeptos e contribuintes, que engrossam as estatísticas dos sistemas organizados de pequeno, médio e grande porte, livres de impostos. Para quando se adia o entendimento e a aceitação da Filosofia de Vida do Mestre Jesus?

Pelas suas atitudes e pela conduta, muitos dos líderes deixam a impressão de que se possa manejar impunemente a política religiosa e administrativa dentro do âmbito da Igreja, ou mesmo a temporal profana em outras organizações. Algumas vezes até desconsideram a ética e a moral da filosofia da base religiosa nas questões em que entram interesses de poder, economia e finanças. O que se percebe, é o pensamento de que Jesus já morreu por eles e já garantiu a salvação mesmo que prevariquem.

 Esse jogo psicológico comum em todas as comunidades cristãs também é fator de profundo distress na medida das ocorrências e de suas consequências. É desgastante a dualidade de conduta, uma dentro da comunidade e outra fora na vida particular.

É ainda mais desgastante para a liderança que assumiu a responsabilidade de dar o exemplo e está na mira dos assistentes mais despertos, ou, menos sonados, além da presença constante da própria consciência que cobra juros. A hipocrisia e o cinismo levam ao desequilíbrio e ao stress pelas tensões que causam na mesma consciência. Parece que o dilema é:- Ser justo e reto? Quando e quanto? Ser hábil e prudente? Quando e quanto?

Como conciliar os dois aspectos na convivência do dia a dia? Como ser sempre hábil e prudente com as pessoas, usando somente a Verdade e a franqueza do Justo e Reto? Parece uma equação a três incógnitas para ser resolvida, na família, no emprego e na sociedade, principalmente por aqueles que atuam em qualquer “Casa de Deus”, ou, ambientes onde, apesar de diferindo o rótulo parece que todos se preocupam com a “Consciência Cósmica” e com a “Ordem Universal”.

O cultivo do “Espírito da Verdade” pode significar o equilíbrio na consciência. A santificação demonstrada pelo Bom Senso a ser evidenciado pelo amor e respeito às normas e princípios da Filosofia de Vida ensinada por Jesus, segundo os Evangelhos elaborados pelos discípulos diretos, podem significar a Paz Profunda, que favorece a introspecção com uma visão mais clara do processo de bem viver com saúde, começando a receber as bênçãos do reino dos céus, que “está dentro de vós”, no aqui e agora. É o princípio da integração da consciência e da integridade de espírito.

 A salvação da personalidade da alma (Ego) está no entendimento, compreensão e percepção do conteúdo das palavras de Jesus que se resume em “ama a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo”. Quem ama respeita. Quem respeita não ofende não injuria nem prejudica ao próximo. Não peca contra Deus nem contra o próximo e vive em paz. Salva a personalidade de alma e salva o corpo até o final de seus dias. Salva a possibilidade de uma comunhão com os planos superiores através da integração dos três aspectos da Consciência que é Trina:- Consciente, Subconsciente e Supraconsciente. Com integridade se salva no aqui e agora, o depois, a Deus pertence. (continua…)

Alberto Barbosa Pinto Dias, Bacharel em História Natural (todas as Disciplinas Biológicas e Geológicas), Licenciado, Especialista. USP, 1955.
Qualquer questionamento sempre será bem recebido e respondido.

Postado em : Apenas quero entender Jesus

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

.