05º – Introspecção e Paz Profunda – A Busca do Conhecimento para Elevação do Ser

05º – Introspecção e Paz Profunda – A Busca do Conhecimento para Elevação do Ser

Introspecção e Paz Profunda

A Busca do Conhecimento para Elevação do Ser

Quem somos nós? – Somos uma Consciência! Cada um de nós é uma consciência que é parte de uma consciência maior, coletiva. Nossa consciência em particular faz parte de um Sistema que engloba corpo e mente. Entende-se por Mente uma alidade, ou, instrumento que permite que a consciência acesse o cérebro em um centro de percepção.

Consideramos que um Sistema qualquer tem consciência quando tem a capacidade de receber estímulos, decodificar, perceber e registrar a informação correspondente.

Os estímulos são formas de energia que procedendo do meio ambiente, de alguma maneira atingem nosso centro de percepção, e passam a fazer parte da consciência como informação. Quando os estímulos atingem a consciência através dos órgãos dos sentidos eles são Objetivos. Quando a percepção se dá através de sensações diretas no cérebro, dizemos que os estímulos são Subjetivos.

Todos os humanos normais têm um cérebro, mas diferem na velocidade das reações químicas de ação e reação que ocorrem nos neurônios, nas unidades celulares que estruturam o mesmo.

Como resultado, as pessoas diferem no nível de atenção e no nível de percepção, conseqüentemente diferem no nível de registro consciente de qualquer tipo de informação. Devemos ainda considerar as diferenças nos níveis de objetividade e subjetividade com que as pessoas se conscientizam e depois se comunicam. Todos nós diferimos no Nível de Consciência e o trabalho está em fazer aumentar esse nível de Conscientização.

Os estímulos percebidos podem ou não conter informações novas. Cada informação nova passa a ser mais um ponto de referência  no banco de memória, passa a ser mais uma nova idéia. As idéias bem associadas pela inteligência consciente constituem pensamentos que devem ser coerentes, lógicos e prováveis.

Na medida em que as informações recebidas do meio ambiente são processadas de modo consciente, pode haver aumento de conhecimento e Evolução de Consciência. Sempre há a possibilidade de que esse processamento seja superficial e a conscientização seja momentânea, podendo cair em esquecimento se não for reforçada.

Quando o conhecimento resultante da percepção é trabalhado em introspecção, a fixação das conotações de ideias é mais forte, e o grau de concentração nos dados é maior, e ainda o entendimento é mais profundo.

 Dependendo da complexidade desses dados e do tipo de associação que se pretenda processar, necessitamos de maior grau de concentração e de atenção nas informações que recebemos, pois só podemos enfocar uma idéia de cada vez, a fim de associa-las de modo coerente. Assim sendo, introspecção com concentração para reflexão, são fatores que favorecem o desenvolvimento da consciência.

Inteligência- considera-se como um mínimo de inteligência, a capacidade que um Sistema tenha de devolver de modo correto e desejavelmente preciso uma informação recebida. A inteligência depende então do nível de percepção do significado da informação e da tomada de consciência naquele momento.

Se considerarmos a existência de um EU interior como ESPÍRITO, esse EU é uma forma de ENERGIA que contém informações por alterações na Energia inicial. Esse EU é Consciência Inteligente e cada pessoa tem o seu EU operando em seu cérebro através da Mente e cada indivíduo operando em seu próprio nível de desenvolvimento intelectual em sua própria Consciência.

Sabedoria- consideramos como sabedoria a capacidade de usar de maneira correta e conveniente aquilo de que temos consciência. Cultura é apenas a somatória das informações recebidas, percebidas e fixadas no banco de memória e não representa nem Conhecimento nem Sabedoria.

Conhecimento é o que resulta das experiências pessoais como fatos objetivos e ou Subjetivos. O Campo cultural é vasto e geralmente uma pessoa consegue reter apenas uma pequena porcentagem das Informações existentes e do Conhecimento na medida em que experimenta e se especializa. Alberto Dias, Atibaia, 09 de abril de 2003.

Postado em : Introspecção e paz profunda

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

.