03º – Deus, Fé, Crenças, Religião e Política

03º – Deus, Fé, Crenças, Religião e Política

Deus Fé Crenças Religião e Política – III

Repetindo para reforço. A capacidade de projeção de energia por enfoque mental adequado pode produzir efeitos subjetivos e ou objetivos. Esses efeitos podem ser locais e ou à distância.

Se forem à distância, seus efeitos são imediatos, independentemente do espaço a ser percorrido pelas alterações da energia quântica, pelo enfoque mental que a Consciência possa fazer. É a “Não Localidade” da Consciência e da Energia Quântica.

Os mais comuns são os resultados conhecidos de ajuda a doentes e enfermos, que recebendo uma carga extra de energia, a qual contém “a ideia de cura”, podem se recuperar.

Os menos comuns são os que produzem efeitos sobre as forças da Natureza, como por exemplo, fazer vir o vento, e conseqüentemente trazer nuvens de chuva. Também fazer parar os ventos e consequentemente parar uma tempestade.

Não há limites para o seu Eu, entre ele e seu corpo, o Mundo, ou Deus. “Sois todos filhos do Altíssimo”.

Esses fenômenos mentais em nível psíquico ocorrem diante de uma Consciência, que por enfoque mental adequado movimenta “uma substância”, resultando em uma força aplicada que produz um resultado intencionado e premeditado, no local ou à distância.

Essa “substância” que preenche o Universo, e é mobilizada pela Consciência, modernamente é denominada de Energia Quântica. Uma Egrégora formada por indivíduos em harmonia e sintonia tem um Potencial de Ação inimaginável em termos de mobilização de Energia Quântica. Leiam em Relatos “Chuva com hora marcada em Fortaleza”.

“Onde dois ou mais de vós, reunidos em meu nome, decidirem, assim será”. Conhecem esta afirmação? É próprio do Senhor Jesus, o maior psicólogo de Nazaré, desejando infundir confiança em seus ouvintes.

Ele pretendia reformular o Judaísmo que centralizava a suposição de exclusivo poder dos sacerdotes, como intermediários entre a Divindade e os homens. Jesus sabia que “todo poder vem de dentro” de cada um de nós.  Paulo também sabia que todo poder vem de dentro, e por essa razão se pronuncia em 1ª Ep. aos de Corinto, 3: 16. Funcionar ou não, depende do tipo de condicionamento recebido desde a infância, ou, saber reformular o condicionamento que não funcione por serem estabelecidas crenças limitantes na infância e adolescência.

A capacidade plena de visualização, por enfoque mental consciente, dá condições de se visualizar o que é transmitido e recebido diretamente de cérebro a cérebro nos contatos subjetivos.

Circuitos neurológicos devidos a mutações recentes favorecem a maioria dos portadores de sangue tipo B e AB, em relação à maior capacidade de visualização de informações que chegam via subjetiva.

Já o nível de Conscientização de informações recebidas de modo objetivo, depende do nível de percepção que dá o entendimento, o qual é subjetivo, e do tipo de perspectiva sob a qual o entendimento se faça.

Segundo o Vaticano, o Senhor Jesus tinha sangue tipo AB, comum no Oriente Médio. Pessoas com sangue tipo AB têm potencial de “cura”, observável nos de sangue tipo A, e de percepção telepática mais observável nos de sangue tipo B, todos a serem desenvolvidos por exercícios quando já não são desenvolvidos de modo natural em 3% da humanidade.

Entender é perceber o significado lógico de uma informação. Também é uma tomada de consciência por conhecimento direto, por experiências com resultados práticos. Entender de modo correto favorece o Esclarecimento.

O inverso do Esclarecimento são as “Trevas da Ignorância”, que é o maior desafio dos Homens. Todo Esclarecimento lógico, razoável e provável pela experiência prática, pode diminuir a Ignorância relativa de um ou mais indivíduos, que tenham a Mente aberta para serem esclarecidos, e isto aumenta o nível de Consciência de cada um.

Compreender é entender e aceitar uma informação sob uma perspectiva, mas saber mudar de perspectiva favorece entender sob outros pontos de vista, e assim dispor de diferentes modos de compreensão para escolher o mais razoável, e ou, que seja mais provável. É melhor o que funciona!

O entendimento e a compreensão sob uma só perspectiva, pode determinar o rumo da percepção sob esse ponto de vista, e o nível de percepção determina o nível de Conscientização sob essa perspectiva escolhida. É como estar sobre a linha de um grande circulo mirando o ponto central do circulo, sem considerar os demais ângulos.

Mudar de perspectivas para comparar o entendimento, que há a cada mudança, é como se colocar no centro do circulo, e lentamente girar, observando o que se revela como entendimento a cada ângulo de observação, como mudança de ponto de vista sobre o círculo.

Mudando a perspectiva, muda o entendimento, a compreensão, a percepção e o nível de Conscientização. É o caminho para sair das Crenças Limitantes, é ser flexível, como diriam os havaianos que conhecem o processo.

Alberto Barbosa Pinto Dias, Bacharel em História Natural (todas as Disciplinas Biológicas e Geológicas), Licenciado, Especialista. USP, 1955.
Qualquer questionamento sempre será bem recebido e respondido.

Postado em : Deus, Fé, Crenças, Religião e Política

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

.