Aos Amigos da Filosofia Huna – 02

Aos Amigos da Filosofia Huna – 02

Aos Amigos da Filosofia Huna – II

Nosso Verdadeiro Eu, nossa Consciência, manifesta-se como um Campo de Energia de alta freqüência vibratória dotado de Consciência, Inteligência e Vontade. Considerando-se a somatória de informações e de conhecimento de uma Consciência, nós denominamos a mesma de Alma. Alma reage aos estímulos do meio ambiente e a maneira como atua no mesmo denominamos Personalidade de Alma.

Toda Alma que esteja ligada a um corpo físico, atua no mesmo através de uma alidade denominada Mente. A Mente permite que a Consciência faça enfoques no Cérebro. Os enfoques, ou focalizações que são feitos nas áreas relativas aos órgãos dos sentidos são denominados objetivos e colocam a Consciência em contacto com o Mundo Material. Esses contatos permitem armazenar pontos de referência nas diferentes áreas do cérebro relativas aos sentidos físicos. Esses pontos de referencia denominaram ideias, e constituem um banco de dados e informações denominado subconsciente pelos psicólogos.

Com os pontos de referência de nosso banco de dados construímos nossos pensamentos e treinamos a construção lógica e razoável das frases de modo que se mostre a coerência de um raciocínio básico. Com o tempo e com informações adequadas aprendemos a avaliar e distinguir o que é lógico razoável e provável do que é lógico, até razoável, mas pouco provável e mesmo improvável.

Assim sendo, de início podemos observar que há pessoas com diferentes níveis e qualidades de informação. Destas podemos observar ainda que há pessoas com diferentes níveis de treinamento de raciocínio lógico, e diferentes níveis de discernimento relativo às probabilidades de serem verdadeiras as informações recebidas.

Quando a consciência das pessoas trabalha fazendo enfoques no banco de dados de que dispõem em seu cérebro, podem articular pensamentos e ou imagens e então dizemos que os enfoques são subjetivos.

Em situações especiais, mas naturais, pode haver comunicação subjetiva entre dois ou mais cérebros, sendo que na maioria das vezes isso ocorre entre cérebros não treinados até os 60 anos em média.

É possível treinar cérebros para desenvolverem a comunicação subjetiva, sendo que a idade mais favorável para estabelecer um soft, com um programa com autocontrole é aos 14 ou 15 anos. Ainda é muito favorável até os 28 anos. Depois há uma diminuição progressiva na labilidade neurológica para novas informações. Há pessoas que podem manter a memória lábil até idade avançada, com um treinamento específico e alimentação adequada.

A Consciência apresenta três aspectos: O Eu Básico que é a parte da Consciência relacionada com as funções do Físico, da qual a memória física faz parte como sendo o Subconsciente. O Eu Superior que é a parte da Consciência que permite as percepções e as ações subjetivas locais e à distância. O Eu Médio é a parte da Consciência que é denominada consciente e que tem a percepção das condições do físico, da existência do psiquismo, de suas ações intrafísico, e para alguns de suas ações extrafísico.

O domínio do Eu Médio sobre O Eu Básico e de sua atuação com o Eu Superior se faz pela introspecção. O Controle consciente do Eu Básico e do Eu Superior se faz por treinamento. Todo e qualquer tipo de treinamento deve obedecer às regras da Autohipnose, ou seja, dos processos naturais conhecidos como hipnose, mas de modo Autocontrolado.

Essa é a nossa proposta.

Alberto Barbosa Pinto Dias, Bacharel em História Natural (todas as Disciplinas Biológicas e Geológicas), Licenciado, Especialista em Fisiologia (Bioenergética e Órgãos dos Sentidos) USP, 1955.
Qualquer questionamento sempre será bem recebido e respondido.

Postado em : Huna - Reflexões

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

.