Consciência, Inteligência e Treinamento

Consciência, Inteligência e Treinamento

Consciência, Inteligência e Treinamento

Há pelo menos oito tipos de inteligência verificáveis.

A Inteligência, assim como a Vontade, são qualidades inerentes à Consciência, e o nível de Inteligência pode variar de acordo com o nível de Conscientização e treinamento no uso.

1- Inteligência do movimento

2- Inteligências musicais

3- Inteligências matemáticas

4- Inteligências linguísticas

5- Inteligências espaciais

6- Inteligências intrapessoais

7- Inteligências interpessoais

8- Inteligências Transpessoais

Existe possibilidade de um espermatozoide carregar genes para muitos tipos e acertar um óvulo que tenha a complementaridade e resultar em um projeto de gênio em potencial. Esse gênio em potencial, que tenha todos os tipos de inteligência, na verdade é UMA CONSCIÊNCIA que depende de atuar por enfoques mentais em um cérebro que tenha todos os circuitos neurológicos adequados para os oito tipos de inteligência, o que é mais raro.

Se o cérebro tiver circuitos neurológicos adequados a serem desenvolvidos, depende do tipo, e do nível de informação recebida de cada tipo até a idade dos 28 anos, que é quando a memória Lábil começa a decair inexoravelmente, e torna-se praticamente ZERO aos 70 anos, a menos que a pessoa tenha treinamento e o mantenha, ou por força da profissão, ou por prazer.

Memória Lábil é a capacidade de reter informações novas, com possibilidades de torná-las permanentes. A Memória Permanente se faz na medida em que se tem oportunidade de repetir os dados e as informações por pelo menos três anos. Recebendo as informações adequadas de cada tipo, passa a depender do nível de treinamento no raciocínio lógico para lidar com as informações.

É por essa razão que há o choque de gerações. Em todas as gerações há pessoas, que por “vocação”, permanecem cultivando informações de há 2.000 anos passados, e se recusam a receber informações novas, principalmente da Ciência, as que se choquem com as antigas aceitas como verdades.

Gerações mais recentes acompanham melhor o acúmulo das novas informações, que substituem as informações ultrapassadas. É claro que em função disso o nível de entendimento e compreensão difere com o passar do tempo, e como a capacidade de percepção depende do tipo de entendimento e compreensão, varia o nível de conscientização para os mais treinados dentro das perspectivas mais usadas nos tempos passados.

Por essa razão, cada indivíduo na atividade em que se sinta mais à vontade, e cada qual desenvolvendo o que for possível por treinamento no tipo de inteligência que mais o favoreça, resulta em satisfação e menos cansaço para uma mesma tarefa.

Pessoas que são mais novas em idade cronológica, e acompanharam a informática desde mais jovens, têm um treinamento em menor tempo, e que supera em muito, o treinamento do mesmo tipo de informática em um indivíduo, que seja vinte anos mais idoso.

O treinamento para os mais jovens pode ainda ser acelerado por exercícios adequados. Podemos obter melhor aproveitamento nos mais idosos com exercícios para favorecer a integração do nível consciente com o banco de memória denominado subconsciente, com reforço de Ego, e dando mais autoconfiança.

Alberto Barbosa Pinto Dias, Bacharel em História Natural (todas as Disciplinas Biológicas e Geológicas), Licenciado, Especialista. USP, 1955.

Qualquer questionamento sempre será bem recebido e respondido.

[vc_row full_width="" parallax="" parallax_image=""][vc_column width="1/1"][vc_facebook type="standard"][/vc_column][/vc_row]

Postado em : A propósito de

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

.