01º – A Doença

01º – A Doença

A  DOENÇA

Estados de tensão na consciência, com emoções associadas à tristeza, amargura, ansiedade, medo, incerteza, insegurança, raiva, causam DESAFIOS psicológicos a serem vencidos. Se estes forem associados a ações pessoais que gerem preocupações, tais como atitudes e ações contra terceiros, e que resultem em ofensas, injúrias e prejuízos causados, o organismo passa a ter um desequilíbrio energético facilmente percebido.

Este desequilíbrio pode evoluir para um desconforto, ou, um ou mais Sintomas desagradáveis, como são:- dor de cabeça, gastrite, colite, alergias, dificuldades respiratórias etc. Uma experiência desse tipo não é saudável. Um procedimento conhecido como Limpeza Mental é recomendável. Trata-se de imprimir no cérebro “amortecedores psicológicos” como Ato Moral Consciente, visando voltar ao Equilíbrio da Energia da Consciência.

Temos ainda o desconforto do “stress” que geralmente se apresenta como reação fisiológica normal de resistência orgânica às diferentes situações e dependendo de como a pessoa se encontre, a reação pode ser exagerada. Se o problema for continuado leva ao esgotamento, uma baixa de energia vital que tem recuperação lenta, como 2 anos na média.

Muitas vezes o desequilíbrio ocorre como um surto ocasional por razões que não estamos conscientes no momento. Impressões recebidas na vida intra-uterina e mesmo depois em tenra idade atuam por conta do aspecto da consciência que é denominado inconsciente. O aspecto inconsciente é devido a impressões que estão no banco de memória, fazendo parte do subconsciente, e às quais não temos acesso consciente de modo fácil, tornando difícil atinar com a causa de alguma neurose. 

Outras vezes medicamentos tomados para acalmar as tensões e ansiedades, deprimem o sistema nervoso central impedindo a pessoa de sonhar e por essa razão causam desequilíbrios que se tornam evidentes pelas mudanças no comportamento que podem ser qualificadas como neuróticas.

O importante é perceber, que se a nossa Consciência não passa por tensões, e permanece em um estado de equilíbrio, um estado de paz, seja superficial, ou, mais profunda, nós nos sentimos bem. Havendo Paz Interior não há desequilíbrio energético nem desequilíbrio nas reações químicas e conseqüentemente não ha tensões musculares nem distúrbios na secreção glandular, e a agradável sensação de saúde permanece. O principal fator que mantém o estado de paz é NÃO FERIR, ou, não ofender, não injuriar e não prejudicar, somando-se uma atitude de compartilhar o amor fraternal, ou ainda melhor, dar e receber respeito.

Inversamente, se as tensões na consciência mantêm o desequilíbrio, mantendo assim os sintomas, estes evoluem para uma doença declarada que se manifesta primeiro por um menor ou maior desconforto mental. Todo tipo de distúrbio de saúde é precedido de enfoques mentais que resultam em tensões musculares, as quais refletem o estado interno, ou, um estado da personalidade da alma.

Doenças são distúrbios de nível mental com reflexos neurológicos que atuam modificando a secreção das glândulas e ou em músculos que se contraem, resultando em desconfortos, ou também, mudanças de atitudes e de comportamentos que são os sintomas visíveis.

As tensões evidentes são ações de resistência (FALTA DE PERMISSÃO) que partem do nível mental e isto é prejudicial devido a um stress continuado por períodos maiores, sendo agravado se houver insuficiência de alimento, ou, intoxicação alimentar. Stress significa um desgaste de energia que pode ser normal, mas às vezes é maior do que os limites da normalidade e por vezes exagerado.

As resistências durante o stress podem ser de origem:

1-  Física – Esforço físico continuado sem que se PERMITA descanso suficiente.

2- Emocional – Se há insatisfações no amor, no trabalho, e há sentimentos que gerem raiva, frustrações e decepções e tudo o mais que seja desconfortável.

 3- Mental – Quando há desacordos e em função disso temos sentimentos relativos ao que é errado, ao que não é correto e, ou, ao que seja injusto.

4- Espiritual – Quando sentimos que há erro de conduta, relativo à moral e ou à ética, por culpa própria, ou, da parte de terceiros. São os confrontos entre a Verdade e a Falsidade na própria Consciência, ou, por percepções nas atitudes de terceiros. Tudo o que for o contrario de Ser:- criativo e construtivo como qualidades divinas, e honestas, puras, limpas e boas, como as boas qualidades humanas em relação à comunicação com terceiros.

TODO PODER, construtivo ou destrutivo, vem de dentro de cada um, vem do “reino dos céus” que está dentro de nós, de acordo com as palavras do Senhor Jesus, ou, do inferninho particular que alguns indivíduos desenvolvem, apesar da pele de cordeiro, tornando-se os sepulcros caiados conforme se expressa o mesmo Senhor Jesus, advertindo seus seguidores sejam eles líderes, ou, simples adeptos de sistemas organizados de maneira arbitrária.

Os desequilíbrios de Campo Energético que ocorrem na Consciência, e que se manifestam através do nível Mental, denominam-se Doenças. Afetam o equilíbrio da Energia do físico, apresentando os mais variados sintomas.

Eles podem progredir e com o tempo surgem as Enfermidades, que são as manifestações das doenças mentais (90% são psicossomáticas) no plano físico, e são de constatação objetiva, exigindo muitas vezes intervenção cirúrgica. Nestes casos apenas se adim os finalmente se não há mudanças de Consciência e de seus enfoques mentais.

O físico em qualquer circunstância é um reflexo do estado da consciência, a não ser os que surgem quando há o envelhecimento com a idade. Alberto Barbosa Pinto Dias, Bacharel, Licenciado, Especialista, USP – 1955. diasmind@uol.com.br

Postado em : Preparação de curadores

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

.